Anúncio

O norte-americano Anthony Senerchia, inspirador do desafio do balde de gelo, morreu aos 46 anos em decorrência da ELA (Esclerose Lateral Amiotrófica), doença degenerativa que motivou a campanha. Em registros de falecimento divulgado no site do Centro Funerário de Pelham, cidade natal de Senerchia, no subúrbio de Nova York, a família informa que a morte ocorreu no sábado (25).
“A atitude positiva de Anthony e seu espírito lutador o ajudou a superar as expectativas e viver dez anos mais que seu prognóstico inicial”, disse o obituário.
Anthony Senerchia criou a campanha por meio de sua fundação, a Anthony Senerchia Jr. ALS Charitable Foundation. A família informa que a fundação fez importantes doações a outros pacientes e ao Centro Médico de Pesquisa para a ELA, em Columbia (EUA).

Graças ao desafio do balde de gelo, uma pesquisa conseguiu identificar um gene relacionado à doença, o Nek1. A descoberta foi publicada em 2016 no periódico “Nature Genetics”.
Em 2015, um ano após o lançamento do desafio, mais de 17 milhões de pessoas postaram vídeos no Facebook – e eles foram assistidos por 440 milhões, segundo a BBC.
Pela grandeza da campanha, que ficou conhecida no mundo inteiro e ganhou aceitação de famosos e figuras importantes, o balde original utilizado pela esposa de Anthony foi introduzido na coleção do Museu Nacional de História Americana, em Washington.

“Anthony será lembrado como alguém que tentou de tudo na vida”, disse a família. “Ele era um excelente marido, um pai orgulhoso, um filho amoroso e um grande irmão. Ele sentirá falta de todos que o conheceram.”

Anúncio

Deixe uma resposta