Aprimoramento da qualidade do leite e queijos produzidos na região de Lagoa do Morcego município de Guanambi-BA
Anúncio

Durante sete meses, um grupo de produtores de leite foi contemplado com atividades visando a melhoria da qualidade do leite e de queijos na região da Lagoa do Morcego, zona rural de Guanambi. O projeto foi desenvolvido pelas estudantes do curso superior de Tecnologia em Agroindústria do Instituto Federal Baiano – Campus Guanambi, Fabiana Costa e Edivânia Ribeiro, orientadas pelo professor Gilson Matioli, com o apoio da egressa do curso Valdinéia de Oliveira.

As estudantes coletaram dados e elaboraram palestras, além de um manual de boas práticas para obtenção higiênica do leite. O projeto incluiu a entrega de um kit de canela telada para detecção da mastite, infecção mamária que afeta a qualidade do leite, bem como os copos pré-dipping e pós-dipping e o treinamento para evitar a infecção.

As palestras abordaram “A busca de qualidade do leite e derivados produzidos por pequenos produtores” e  “Etapas de ordenha manual e mecânica e no preparo de derivados de leite”.  Os minicursos foram sobre as “Etapas de ordenha e teste de CMT (Califórnia Mastite Test) e “Fabricação de queijo Minas Frescal e Minas Padrão”.

Aprimoramento da qualidade do leite e queijos produzidos na região de Lagoa do Morcego município de Guanambi-BA – Minicurso de fabricação de queijos

“Os produtores ficaram motivados com essa iniciativa, a troca de conhecimento é muito importante para ambos e principalmente para nossa formação. Vejo como a oportunidade de conhecer a realidade para que possamos distinguir a teoria da pratica. No entanto o foco principal é aproximar os pequenos produtores locais à comunidade acadêmica, através da troca de informações, e da melhor percepção da realidade local”, avalia a estudante Fabiana.

O professor Gilson Matioli reiterou a avaliação da estudante. “O trabalho de extensão é uma via de mão dupla, onde passamos conhecimentos técnicos e aprendemos também com a comunidade, vivendo um pouco a sua realidade e isso muito gratificante”, comentou.

O projeto de extensão foi aprovado no último edital do Programa de Bolsas de Iniciação em Extensão – PIBIEX 2017.

 

Anúncio

Deixe uma resposta