Reprodução
Anúncio

O ministro da Justiça, Torquato Jardim, participou, nessa segunda-feira, de uma solenidade da Semana Nacional de Políticas sobre Drogas. Para ele, uma forma eficaz de enfrentar o tráfico de drogas é investir no crescimento econômico e na geração de empregos.

Um comitê interministerial formado pelos ministérios da Justiça, do Desenvolvimento Social, do Trabalho e da Saúde vai gerir R$ 100 milhões que serão investidos na recuperação de vítimas por meio de comunidades terapêuticas.

Para Torquato Jardim, as comunidades terapêuticas sozinhas não resolvem os problemas da dependência química, mas a solução passa por elas.

O representante da Secretaria da Casa Civil do Distrito Federal, Henrique França, disse que chegou a viver na rua, devido à dependência química. Ele dirigiu uma comunidade terapêutica e cobra mais apoio governamental a essas instituições.

Na semana passada, o Conselho Federal de Psicologia, o Ministério Público Federal e o Mecanismo Nacional de Prevenção e Combate à Tortura, do Ministério dos Direitos Humanos, divulgaram o relatório de fiscalização de 28 comunidades terapêuticas, em 11 estados e no Distrito Federal e criticaram a destinação de recursos públicos a esses estabelecimentos. Todos foram reprovados pela vistoria.

As irregularidades vão desde a internação de crianças e adolescentes, até a exploração dos internos em trabalhos semelhantes à escravidão. A maioria não possuía alvará sanitário válido e somente duas comunidades terapêuticas tinham laudos médicos autorizando internações.

Victor Ribeiro

Anúncio

Deixe uma resposta