Uma invasão de caramujos africanos deixa moradores da cidade de Ilhéus, no sul da Bahia, preocupados. Os bichos se espalharam por diversas ruas e quintais dos imóveis e as pessoas estão com medo de contrair doenças.

No bairro Teotônio Vilela, a moradora Ângela Oliveira destaca que parou de usar as ervas do quinta de casa para fazer temperos e chás por causa da infestação. Ela conta que tem receio de usar as plantas na cozinha. “A gente tem medo de contrair alguma doença contagiosa que dê trabalho para curar”, afirma.

cramujo_1

O caramujo africano pode mesmo representar grande ameaça, segundo especialistas. O coordenador do Centro de Controle de Zoonoses de Ilhéus, Aloísio Leite, afirma que já existem casos em vários países e estados brasileiros de pessoas que tiveram contato com a secreção do caramujo e apresentaram doenças.

cramujo_2

Se você gosta do conteúdo da Agência Sertão, colabore para o aprimoramento do nosso Jornalismo a partir de R$ 10 por mês e seja um assinante - Saiba como!

 

Os agentes aplicam um determinado tipo de veneno que mata os caramujos e lesmas, como foi feito na casa da empregada doméstica Liziane Rodrigues. Ela também recebeu orientações sobre como proceder para evitar o aparecimento dos bichos. “A gente tem que limpar o terreno direitinho, sem deixar vasos e lixo espalhado. Oque atrai eles é a umidade”, destaca.

Invasão de caramujos africanos: Veja mais no G1

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui