Reprodução

Uma médica natural da cidade de Montes Claros, em Minas Gerais, foi encontrada morta no sábado (7), no quarto de uma pousada de Vitória da Conquista, de acordo com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

O Samu informou ainda que ela foi identificada como Liliany Caetano Aquino, de 26 anos. A unidade do serviço de atendimento foi acionada pelos funcionários da pousada que a encontraram desacordada no quarto, mas, ao chegar no local, a médica já estava morta.

O Samu, que fez o atendimento da vítima, informou que Liliany apresentava sinais de broncoaspiração, quando a pessoa inspira o vômito ou um corpo estranho e fecha as vias aéreas, e de cianose, uma coloração azulada da pele ou das mucosas. Diante da situação, não havia mais possibilidade de reanimação devido ao tempo de parada cardiorrespiratória.

Segundo informações do G1, a advogada da família, Karenina Almeida, que também é amiga da vítima, Liliany Aquino estava a caminho de Montes Claros, onde a família mora. “Ela saiu de Baixio [povoado que fica no litoral norte da Bahia], onde mora, e foi até Vitória da Conquista, pois não tem nenhum ônibus direto para Montes Claros saindo de Baixio. Nesse intervalo, ela foi para a pousada”, contou Ana Karenina.

Sepultamento

Liliany Caetano foi sepultada por volta das 10h30 desta segunda-feira, na cidade de Montes Claros, em Minas Gerais.

Se você gosta do conteúdo da Agência Sertão, colabore para o aprimoramento do nosso Jornalismo a partir de R$ 10 por mês e seja um assinante - Saiba como!

 

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui