24.6 C
Guanambi
17.7 C
Vitória da Conquista

Bailarino é sedado por 8h após dança ser confundida com surto psicótico

- -

Últimas Notícias

Tiago Marques
Tiago Marqueshttps://agenciasertao.com/
Tiago Marques é redator e editor do site Agência Sertão. Trabalha com produção de conteúdo noticioso para rádio e internet desde 2015.

Redação da Agência 

Aconteceu incidente curioso no último sábado (28), guardas municipais e socorristas do Samu interromperam uma apresentação de dança do bailarino Igor Cavalcante Medina, de 26 anos, por acharem que o artista estava tendo um surto psiquiátrico. A situação ocorreu em Caxias do Sul (RS). Após a intervenção, ele foi sedado e acabou passando 8h sob efeitos dos remédios.

Notícias ao minuto publicou, que de acordo com a revista Veja, Igor apresentava sozinho o espetáculo "Fim" em uma praça no centro da cidade, em atividade promovida pela prefeitura,o festival Caxias em Movimento. Em meio à performance, socorristas teriam aplicado o sedativo no local e levado o artista para o Pronto-Atendimento 24h, conhecido como Postão.

"Cheguei no lugar (da apresentação) e a guarda municipal me abordou junto com o Samu. Foram invadindo sem me perguntar nada, já foram chegando. Eu falei que tinha autorização da prefeitura para estar ali, mas não quiseram me escutar. Disseram que eu tinha um surto psicótico. Me amarraram na maca e me colocaram na ambulância. Me deram uma injeção de tranquilizante e fiquei oito horas amarrados no Postão aguardando um psiquiatra atestar que eu estava lúcido", conta Medina.

“Falei que estava no meio de uma apresentação e não quiseram me escutar. Quando me abordaram eu estava declamando um poema. Se tivessem parado para me ouvir, isso não tinha acontecido. Eu não tinha como reagir porque eram cinco pessoas me segurando. Tentei conversar porque não dava conta de reagir. Na ambulância, um deles pressionou o punho cerrado no meu peito para eu ficar sem fôlego e parar de falar” , relembra ele.

Relacionadas

Deixe uma resposta

- -

Mais Lidas