Reprodução
Anúncio

A Prefeitura de Caetité exonerou todos os servidores em cargos comissionados, conforme publicado nesta quinta-feira (6), no Diário Oficial do município. O decreto afirma que as medidas administrativas são para “adequação ao período de crise econômica e contenção de gastos”.

Reduções dos custos estão sendo tomadas com frequência em Caetité.  No dia 27 de novembro, a prefeitura alterou a jornada de trabalho dos funcionários. “A nova adequação do horário de funcionamento das repartições  públicas municipais proporcionará significativa redução nos gastos operacionais, inclusive dos gastos com energia elétrica, telefone, água e outros, sem perda da qualidade e eficiência na prestação dos serviços públicos, especialmente nas áreas prioritárias de saúde, educação e segurança” diz o prefeito Aldo Gondim no decreto.

Atitude como essa, é comum no final do ano em municípios que passam por problemas financeiros. Período em que é necessário o fechamento das contas públicas e caso aconteça irresponsabilidade fiscal, o prefeito é multado. Em 2017, foram mais de 75% das cidades baianas que tiveram as contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Municípios da Bahia, a maioria por extrapolar o limite máximo permitido com pessoal, que corresponde a 54% da receita.

Anúncio

Deixe uma resposta