22.7 C
Guanambi
16.4 C
Vitória da Conquista

Filas começam a se formar para matrículas em escolas estaduais de Guanambi

Diretora do Colégio Modelo afirma que o Estado garante vaga para todos os alunos, no entanto a fila ocorre por conta da preferência dos pais em matricular os filhos em uma escola ou turno específico.

9,227FãsCurtir
15,413SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
823InscritosInscrever
Tiago Marqueshttps://agenciasertao.com/
Tiago Marques é redator e editor do site Agência Sertão. Trabalha com produção de conteúdo noticioso para rádio e internet desde 2015.

Últimas Notícias

Mais Lidas

Geovane Santos e Tiago Marques | Agência Sertão

As matrículas da rede estadual de educação da Bahia começam na próxima terça-feira (22) e uma sena se repete ano após ano em frente às escolas de Guanambi. Desde a última terça-feira (15), pais acampam para garantir uma vaga no Colégio Modelo Luiz Eduardo Magalhães. Na manhã desta sexta-feira (18), 104 pessoas já estavam na fila.

No Colégio Luiz Viana, 25 pessoas já ocupam seu lugar na fila. No Centro Estadual de Educação Profissionalizante (Ceep), na tarde desta sexta-feira (18), uma fila estava se formando com cerca de 100 pessoas, mas no período da manhã a direção da instituição estava anotando o nome para realização da matrícula. A perspectiva é que o procedimento continue.

Veja também: abertas as inscrições para cursos técnicos do Ceep

Rose Magalhães, diretora do Colégio Modelo, explica o motivo de se formarem filas todos os anos em frente à escola. “Essa fila se forma na frente da escola por uma questão até cultural, as pessoas veem com medo de não achar vaga, mas o Estado garante a vaga para todos os alunos que tem necessidade de estudar. Essa garantia só não é para um colégio específico, mas em um colégio da rede estadual. Eles veem para frente da escola por uma preferência por estudar no Colégio Modelo, principalmente no período matutino. Aqueles pais que não tem preferência por nenhum colégio ou turno específico não precisam vir pegar fila, a vaga estará garantida.

A diretora explicou ainda que a presença na fila não é garantia de vaga, uma vez que as matrículas podem ser realizadas em qualquer unidade escolar. “Precisamos deixar claro para a população que todos as escolas estaduais são postos de matrícula, portanto, qualquer escola que o pai for pode fazer a matrícula para qualquer outra escola estadual. Temos aqui um quantitativo de vagas, mas não significa que esse quantitativo é garantido para as pessoas que estão em frente ao Modelo, pois a gente recebe matrículas de várias outras escolas”, explicou.

A diretora disse ainda que este ano a estimava é que sejam ofertadas entre 160 e 200 vagas na instituição no período matutino. No período vespertino a estimativa é que sejam ofertadas cerca de 240 vagas.

O período de matrículas da rede estadual começa na próxima terça-feira (22), e prossegue até o dia 29 deste mês. O primeiro dia será destinado à transferência dos estudantes da rede estadual. O processo será feito presencialmente em qualquer unidade escolar ou pela internet pelo Portal da Educação. Para fazer a transferência, via internet, o estudante deverá utilizar o Código de Matrícula que ele recebeu na sua escola de origem, ou se dirigir a qualquer escola estadual. O mesmo vale para o estudante cuja escola de origem não oferecerá a série subsequente.

Já na quarta (23) e na quinta (24), a matrícula será para os concluintes do 5º e do 9º ano do Ensino Fundamental das redes municipais de ensino. A matrícula poderá ser feita em qualquer colégio da rede estadual e via internet para os alunos da capital baiana e de mais 59 municípios.

Na sexta-feira (25), a matrícula será para os novos alunos do Ensino Fundamental vindos da rede particular de ensino ou de outros Estados e que passarão a integrar a rede estadual. O processo será feito somente presencialmente, em qualquer escola estadual. Já a segunda (28) e a terça (29) serão reservadas para os novos estudantes do Ensino Médio que vêm da rede particular ou de outros Estados. A matrícula, neste caso, também só poderá ser feita presencialmente, em qualquer colégio da rede, e se dará nas diferentes modalidades, como exemplo Educação Profissional e Educação de Jovens e Adultos.

Por fim, os estudantes com necessidade especial (deficiência, transtorno global do desenvolvimento e/ou altas habilidades/superdotação, com ou sem diagnóstico comprovado) que fizeram a inscrição na pré-matrícula, no mês de novembro, deverão comparecer à unidade escolar indicada no cadastro no dia 31 (quinta-feira) para a entrega da documentação exigida para a consolidação do processo.

Confira o áudio desta notícia

Destaques Filas começam a se formar para matrículas em escolas estaduais de Guanambi

Deixe uma resposta

Relacionadas