O Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais desmentiu hoje (4) a informação de que sirenes tenham sido acionadas pela mineradora Vale na região de Brumadinho, onde a barragem da Mina do Córrego do Feijão se rompeu em 25 de janeiro.

A informação havia circulado nas redes sociais durante a madrugada.

“A informação não procede”, destacou a corporação, por meio de nota. “Parece que teve um som, mas não foi proveniente da região afetada pelo rompimento da barragem ou de outra barragem da Vale”, completou. O barulho, segundo o comunicado, seria de uma empresa localizada nos arredores.’

Drone

O Corpo de Bombeiros do estado informou ainda que um operador de drone foi preso na manhã de hoje. As equipes que atuam na região utilizam um radar capaz de detectar a posição do aparelho e também do operador.

Fonte: Paula Laboissière – Repórter da Agência Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui