Reprodução

Os alunos da Universidade do Estado da Bahia (Uneb) – Campus XII, em Guanambi, estão desde às 7h desta quinta-feira (04) protestando na porta da instituição. A manifestação está bloqueando a entrada de professores, funcionários e colegas na universidade.

Segundo a aluna Didy Fernandes, a mobilização tem como objetivo conseguir melhorias para o ensino superior. “Há algum tempo estamos tentando conversar e articular com o governador só que sem futuro. Precisamos de um Concurso Público para os professores e condições de trabalho para eles; restabelecimentos de bolsas para os estudantes; pagamento de salários dos terceirizados e outras reivindicações”, explica Fernandes.

A discente explica que a necessidade para a abertura do Concurso Público é a garantia de estabilidade dos cursos. “O quadro de professores efetivados no Departamento é pequeno e dificulta a oferta das disciplinas no semestre regular. Além disso, a colaboração dos professores  não tem sido possível devido ao Programa de Docência Interdepartamental da Uneb estar em condições inviáveis”, relata estudante.

Entre as revindicações, os alunos solicitam o restabelecimento do Plano Nacional de Assistência Estudantil (Pnaes) e vão contra a diminuição de bolsas estudantis. “Muitos colegas  estão sendo prejudicados com os cortes. Hoje a Uneb funciona com apenas 60% das verbas e o pior é que foram cortadas bolsas e diminuíram o quadro de funcionários.  E assim, sobrecarregou os colaboradores terceirizados, os quais estão com os salários atrasados”, ressaltou uma outra estudante.

A previsão é que a mobilização prossiga até a noite e que a Associação dos Docentes da Universidade do Estado da Bahia (Aduneb) se reúna à tarde, para definir se inicia uma greve por tempo indeterminado.

Momento de protesto do alunos da UNEB Campus XII

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui