Agência Sertão

Uma Guanambiense divulgou em sua rede social que sua avó de 87 anos está há quase 4 meses no Hospital Regional de Guanambi aguardando uma cirurgia. De acordo com a publicação, a paciente teve uma fratura no fêmur e nesse período, na unidade de saúde,  ela adquiriu uma infeção.

A mulher também alegou estar sofrendo perseguição da direção da unidade, pois foi autora de uma denúncia à imprensa em fevereiro. À época, a mulher publicou um vídeo onde relatava que o hospital estava servido pães estragados aos pacientes e acompanhantes.

Em contato com a direção do hospital, a diretora Paula Melo afirma que a paciente  não foi submetida a cirurgia ou recebeu alta devido o estado delicado de saúde. “O quadro da paciente é complexo clinicamente. A paciente foi avaliada por vários especialistas  e até o momento não teve um parecer favorável para cirurgia ou alta médica”, explica a diretora.  Em seguida ressaltou que a conduta médica será seguida em acordo com a família, por se tratar de uma paciente idosa.

Colabore

Se você gosta do conteúdo da Agência Sertão, colabore para o aprimoramento do nosso Jornalismo a partir de R$ 10 por mês e ganhe recompensas exclusivas, saiba mais!

No relato, a neta ressaltou que o estado de saúde de sua avó tem sido agravado, pois ela já não consegue se alimentar direito na unidade de saúde. O hospital afirmou que a alimentação é servida normalmente e é supervisionada por nutricionista.

Confira o post na integra:
Reprodução

Deixe uma resposta