Geovane Santos | Agência Sertão

Geovane Santos | Agência Sertão

Uma das competições de ciclismo mais esperadas em Guanambi e região está chegando na fase decisiva. Neste domingo (26) foi realizada a terceira etapa da 4ª Volta Ciclística de Guanambi – modalidade speed. No total, serão seis etapas durante o ano.

A competição, promovida pela ONG Regencial Ordem da Ilha de São Francisco do Sul – ROISFS, ocorreu na BR-030, rodovia que liga Guanambi a Palmas de Monte Alto e contou com o apoio de patrocinadores. Além de colaborar, o Centro Universitário – UniFG possui uma equipe na competição.

A largada ocorreu no trevo de Zé Mineiro em direção a Palmas de Monte Alto e cerca de 74 atletas percorreram 83 Km e chegaram no mesmo local da largada.

Durante o ano são realizadas seis etapas com percursos distintos. No final das seis etapas define-se os campeões nas classificações – Geral, Pontos, Montanha e Feminino, e eles recebem as camisas vermelha, verde, azul e rosa, respectivamente para simbolizar os lideres. As equipes recebem o tempo dos seus três melhores ciclistas de cada etapa, o que determinará a campeã na somatória.

Se você gosta do conteúdo da Agência Sertão, colabore para o aprimoramento do nosso Jornalismo a partir de R$ 10 por mês e seja um assinante - Saiba como!

 

O tricampeão brasileiro, na modalidade Speed, Franklin Almeida e sua esposa Jackeline Almeida participaram da disputa novamente. Eles foram os vencedores da primeira etapa dessa edição e neste domingo mantiveram o favoritismo.

Franklin Almeida, natural de Vitória da Conquista, se manteve a frente na prova durante todo o percurso, com folga. O atleta é o atual líder do campeonato baiano. Para Franklin a Volta Ciclística propõe percursos desafiadores e é importante na preparação para provas estaduais e nacionais. “Hoje mesmo tinha uma grande velocidade para ir e na volta um vento muito forte, mas deu para conseguir forçar e conquistar o primeiro lugar. A volta serve como preparação para as provas que eu vou correr em São Paulo e as provas do campeonato baiano”, pontua.

Jackeline Almeida também liderou a prova de ponta a ponta, com a guanambiense Ana Maria em segundo, Carla Chaves em terceiro e a atleta UniFG Deli Bissani em quarto. Jackeline é natural de Curitiba, mas reside atualmente em Vitória da Conquista. Ela participou da última etapa do Campeonato Baiano de Speed e Conquistou a segunda colocação.

A atleta de Vitória da Conquista explica que a prova vai para além da preparação e possibilita diversos benefícios. “O pedal proporciona bem estar, autoestima. Eu gosto muito de pedalar, eu não abro mão hoje em dia. Eu sei que cada mulher que se propor a fazer o ciclismo vai ter muita diferença no relacionamento com os filhos, em casa. Ela vai chegar menos estressada, mais cansada claro, mas em compensação terá os benefícios – vai estar mais condicionada, fortalecida, tem tudo isso”, garante.

Um dos destaques da prova foi o atleta UniFG Márcio Leal que conquistou o terceiro lugar,  chegando muito próximo do segundo colocado Igor Neto. Márcio fala dos percalços e da importância da equipe para sua evolução. “No segundo ano a equipe UniFG me abraçou, eu venho para Guanambi para treinar com eles, e tem ajudado muito. Por ser de Urandi e não ter equipe lá, eles me abraçaram, acreditaram e estou fazendo o possível para representá-los”, comemora.

Nessa prova, 54 ciclistas, entre homens e mulheres, cruzaram a linha de chegada dentro do tempo de corte. Outros 20, aproximadamente, completaram a prova fora do tempo ou realizaram percurso parcial.

Confira o áudio desta notícia

Confira a classificação:

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui