Reprodução / R7

O portal R7 divulgou a identidade do militar da Aeronáutica preso suspeito de transportar 39 kg de cocaína em Sevilha. O responsável pela droga é o segundo sargento Silva Rodrigues, de 38 anos, lotado no GTE (Grupo de Transporte Especial) da FAB (Força Aérea Brasileira).

Duas fontes confirmaram ao R7 Planalto a identidade do suspeito e o reconheceram nas fotos.

Silva Rodrigues estava no Embraer 190, avião da Presidência, mas que não era da comitiva presidencial.

De acordo com o Centro de Comunicação Social da Aeronáutica, o militar detido é suspeito de envolvimento no transporte de entorpecentes, e foi determinada a instauração de um Inquérito Policial Militar para apurar os fatos.

Reprodução / R7

“O militar foi interceptado durante um controle com 39 quilos de cocaína divididos em 37 pacotes em sua mala”, disse uma porta-voz da força policial em Sevilha.

Se você gosta do conteúdo da Agência Sertão, colabore para o aprimoramento do nosso Jornalismo a partir de R$ 10 por mês e seja um assinante - Saiba como!

 

O presidente Jair Bolsonaro faria escala na Espanha antes de seguir para a reunião do G-20 no Japão. O avião transportava a equipe avançada do presidente e serviria como aeronave reserva de Bolsonaro.

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui