O ferry Agenor Gordilho está sendo preparado para o naufrágio, com a retirada de peças que possam representar riscos (Foto: Ulgo Oliveira/Seinfra)

A Secretaria do Turismo do Estado (Setur) já tem definida a área, na Baía de Todos-os-Santos, propícia para o naufrágio controlado de embarcação, assim como seus impactos ambientais.

O local fica localizado à altura do Yacht Clube da Bahia (Ladeira da Barra), de acordo com estudos técnicos elaborados pela Engesub Serviços Subaquáticos Eirelli.

Simultaneamente à evolução dos estudos, o ferry Agenor Gordilho está sendo preparado para o naufrágio, com a retirada de peças que possam representar riscos aos mergulhadores, bem como de todo material potencialmente tóxico, evitando a contaminação do meio ambiente.

O naufrágio assistido de embarcações propicia a formação de recifes artificiais, que favorecem o habitat marinho e se convertem em atrativo para visitantes, mergulhadores profissionais e estudiosos. A previsão é de que em um ano a embarcação esteja repleta de vida marinha.

O investimento do governo estadual neste segmento visa incentivar o turismo de mergulho ou subaquático. “Este trabalho é conduzido pela Setur, em parceria com a Marinha, que muito auxilia, em face da complexidade técnica e do ineditismo dessa iniciativa na Bahia”, afirma o subsecretário do Turismo, Benedito Braga.

Se você gosta do conteúdo da Agência Sertão, colabore para o aprimoramento do nosso Jornalismo a partir de R$ 10 por mês e seja um assinante - Saiba como!

 

As secretarias do Meio Ambiente (por meio do Inema), Infraestrutura (Agerba) e Administração (Patrimônio) também contribuem de forma efetiva, para que a Setur possa oferecer um novo atrativo na Baía de Todos-os-Santos, acrescenta o subsecretário.

A operação coincide com uma fase importante de execução do Prodetur, programa de valorização do turismo náutico. O governo estadual lançou, em junho, aviso de licitação para obras civis de infraestrutura náutica na BTS. “Estão previstas obras de reforma e requalificação em Botelho (Ilha de Maré), Itaparica (Ilha de Itaparica), o Solar do Unhão (Salvador) e o Museu do Recôncavo Wanderley Pinho (Candeias), assim como a requalificação da Marina da Penha, no bairro da Ribeira, em Salvador”, acrescentou.

Vistoria

Equipes da Marinha e Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) realizarão inspeções no ferry Agenor Gordilho. As datas para vistoria e naufrágio serão definidas por equipe técnica especializada.

Fonte: Ascom/Setur

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui