O Portal R7, da TV Record, informou que jornalista Paulo Henrique Amorim morreu na madrugada desta quarta-feira (10) aos 77 anos.

Amorim morreu em casa, no Rio de Janeiro, quando sofreu um infarto fulminante.

Amorim atuou por mais de 50 anos no jornalismo Brasileiro. Há 13 anos, apresentava o Domingo Espetacular da TV Record. Ele havia sido afastado do programa no dia 24 de junho por tempo indefinido.

O jornalista mantinha o blog Conversa Afiada, onde publicava vídeos e textos onde reafirmava sua posição política de esquerda.

Paulo Henrique Amorim também ficou conhecido pelos seu bordão “Olá, tudo bem”.

Se você gosta do conteúdo da Agência Sertão, colabore para o aprimoramento do nosso Jornalismo a partir de R$ 10 por mês e seja um assinante - Saiba como!

 

Em toda a sua carreira, o jornalista trabalhou em muitos dos principais veículos de comunicação do país.

Paulo Henrique trabalhou em Nova York, como correspondente internacional da revista Realidade e, em seguida, da revista Veja.

Já na televisão, o jornalista trabalhou na TV Manchete, TV Globo, TV Bandeirantes, onde apresentou o Jornal da Band. Ele também trabalhou na TV Cultura.

Na TV Record, apresentou o Jornal da Record, contribuiu para a criação da revista eletrônica Tudo a Ver e depois assumiu o Domingo Espetacular, de onde estava afastado desde junho deste ano.

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui