biblioteca de Guanambi
Após desmoronamento ocorrido no mês passado, livros foram colocados no chão. | Foto: Elias Teixeira - change.org

O vereador Arnaldo Azevedo (PSDB) conhecido como Nal, denunciou o que chamou de descasos por parte da gestão atual com a Biblioteca Municipal Professora Nice Amaral em Guanambi. Em um vídeo de pouco mais de 5 minutos, gravado nesta quinta-feira (8), o vereador critica a gestão do prefeito Jairo Magalhães por gastar mais de R$17 mil em deslocamento de aliados políticos para participarem da sessão solene homenageando o Centenário de Guanambi em Brasília.

No vídeo, o vereador afirma que fez na quinta-feira (08) uma representação ao Ministério Público Estadual da Bahia pedindo explicações da prefeitura sobre os critérios usados para a escolha dos passageiros na caravana. Como também, que seja justificado a falta de prioridade de uma biblioteca de qualidade na cidade, neste ano do centenário.

A Biblioteca Pública Municipal Professora Nice Amaral funciona na Rua Camerino Neves, 78. Nas imagens do vídeo é possível ver a falta de prateleiras para guardar os livros que estão no chão. “Existem aqui vários livros no chão porque não tem espaço para os mesmos. Muitos livros, muitos livros. Está um pouco escuro aqui porque algumas lâmpadas estão queimadas”, afirma Nal no vídeo.

Em seguida o vereador pontua os critérios utilizados para a liberação das passagens de representantes na sessão. “Não sabemos quais os critérios foram utilizados pela administração municipal para fim de contemplação dos passageiros (…) Nenhuma informação foi divulgada”, pontua o vereador.

A biblioteca municipal de Guanambi tinha um prédio próprio, no entanto, o imóvel foi leiloado em 2011 pelo valor de R$ 501 mil reais. Com o dinheiro da venda do prédio a Prefeitura afirmou que iria aplicar exclusivamente na construção de um espaço moderno, com um grande acervo bibliográfico, salas de informática, de projeção e de pesquisas, além de uma biblioteca virtual.

Se você gosta do conteúdo da Agência Sertão, colabore para o aprimoramento do nosso Jornalismo a partir de R$ 10 por mês e seja um assinante - Saiba como!

 

Já se passaram 8 anos e a construção ainda não teve início. O secretário de Cultura, Esporte e Lazer Paulo Costa explica que o dinheiro é insuficiente para uma construção de grande porte. “A biblioteca será construída só não temos uma data ainda. Estou articulando e possivelmente será ao lado do Centro de Cultura, no entanto, até o momento não conseguir uma renda complementar”, explica Costa.

Questionado sobre a possibilidade dos livros estragarem no chão o secretário afirma que “Foi um incidente que aconteceu e as estantes desmoronaram, já foi solicitando o reparo no dia seguinte para os funcionários”.

Na internet, um abaixo assinado já recolheu mais de 1.500 assinaturas pedindo que a prefeitura invista na construção de uma biblioteca moderna na cidade.

Confira o vídeo na integra.

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui