Equipes do Campus Guanambi na Formula Drone 2019 - Divulgação

Estudantes do Instituto Federal Baiano – Campus Guanambi participaram de uma competição de nível nacional que envolve o uso de drones. Duas equipes do IF Baiano Campus Guanambi representaram a Bahia na Fórmula Drone que é promovida pela Sociedade Brasileira da Tecnologia da Mobilidade (SAE Brasil). A competição ocorreu nas dependências da Universidade Federal de Itajubá, MG no período de 2 a 4 de agosto.

Durante a competição, as equipes são desafiadas a realizarem missões com uso de Drones e para isso necessitam colocar em prática conhecimentos de matemática, Física, química e geografia, realizar cálculos e cumprir objetivos determinados pela comissão técnica do evento. As missões envolvem a estabilidade de voo do drone, medição de alvo, travessia de obstáculos, transporte de carga e alijamento de objetos.

O evento ocorre desde 2017 e neste ano contou com a participação de 41 equipes das diferentes regiões do país totalizando mais de 500 participantes. Esta foi a segunda edição que contou com participação de estudantes do IF Baiano.

Esta foi a segunda edição que contou com participação de estudantes do IF Baiano – Campus Guanambi

As equipes Drones Guanambi e IF Copter foram formadas por estudantes do curso técnico em Informática para Internet e orientadas pelos professores Leandro Gonçalves dos Santos e Fábio Santos Lima, respectivamente. Eles ressaltam a importância da participação das equipes do Campus Guanambi no evento.

“A Fórmula Drone proporciona ao aluno desenvolver diferentes habilidades que vai desde a montagem dos Drones, configuração, programação, elaboração de relatórios técnicos, exposição oral das soluções encontradas, resolução de cálculos matemáticos, até a obtenção de experiência para sua vida profissional de como trabalhar em equipe, dividir tarefas e autofinanciamento”, disse.

Se você gosta do conteúdo da Agência Sertão, colabore para o aprimoramento do nosso Jornalismo a partir de R$ 10 por mês e seja um assinante - Saiba como!

 

Já Fábio Lima acredita que “este projeto é uma forma de possibilitar a troca de conhecimento e experiências entre os alunos de diversas instituições e de diferentes partes do país, além de permitir o desenvolvimento do autocontrole e do trabalho sob pressão, tendo em vista que a competição é elaborada com provas que exigem raciocínio rápido, agilidade e precisão”, comentou.

O estudante Pedro Manoel Lopes, destaca a importância do evento para a construção do conhecimento na área de drones. “A Fórmula drone nos proporciona maior interdisciplinaridade e competência para nossas atividades escolares além de possibilitar o desenvolvimento do cooperativismo e a responsabilidade de um trabalho em equipe. Esperamos melhorar muito com as experiências adquiridas e contar sempre mais com a colaboração da nossa instituição, a qual agradecemos imensamente pelo apoio”, disse.

O uso de drones tem crescido muito em todo o mundo, no Brasil não é diferente. Os equipamentos estão presentes em diversas áreas da economia, sendo muito usado na agricultura de precisão, inspeções industriais, mineração, e produções cinematográficas.

 

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui