Divulgação

Guanambi já é uma cidade centenária, o dia 14 de agosto e 2019 é uma data que ficará registrada para sempre na história o município. Desde de o dia 8, o poder público municipal promove atividades comemorativas que se estenderão até o dia 19. Nesta quarta-feira (14), dia do centenário, o cantor Luan Santana se apresenta no palco montado na Praça do Feijão.

A apresentação do artista mato-grossense de Campo Grande acontece um dia após Elba Ramalho comandar a contagem regressiva do centenário, realizando um show memorável na noite desta terça-feira (13).

Veja a programação completa do Centenário de Guanambi

O show unirá as turnês que têm movimentado a agenda do cantor neste ano: “Ano X” e “Live Móvel” (um pocket show itinerante). Segundo a assessoria do cantor, os dois shows serão apresentados em um único espetáculo no palco do Centenário de Guanambi.

Se você gosta do conteúdo da Agência Sertão, colabore para o aprimoramento do nosso Jornalismo a partir de R$ 10 por mês e seja um assinante - Saiba como!

 

O cenário destaca elementos da Roma antiga e encontram ícones futuristas, sem perder de vista o eixo atual. “É sob esse contexto que Luan apresenta um roteiro digno de data comemorativa”, explica a assessoria de imprensa do cantor.

Ainda segundo a assessoria, o show conta com “cenário, figurino e iluminação que compõem um painel que recorre à alta tecnologia, a começar pela projeção gráfica que estampa traços e ilustrações numa máscara produzida especialmente para um rosto que pode ser o seu, o do cantor ou de quem a sua imaginação permitir”.

Veja toda a cobertura do Centenário de Guanambi

Quando Luan Santana surgiu para o brasil com o “Meteoro”, em 2009, Guanambi completava 90 anos. “Ano X”, se refere justamente a esses 10 anos de estrada.

O repertório do cantor contará com seus últimos hits, como “Acordando o prédio”, “E, você, o mar e ela”, “Tudo o que você quiser”, “Estaca Zero”, “Te esperando”, “Cê topa”, “Fantasma”, “Mesmo sem estar” e “Escreve aí”.

Para relembrar o início da carreira, Luan e sua banda fazem um momento acústico no medley de “Te vivo”/“Sinais”/ “Você não sabe o que é o amor”/“Meteoro”, além do remix de “Amar não é pecado”, que promete agitar a galera. O show segue com os hits românticos “Dia, lugar e hora”, “Acertou a mão”, “Tanto faz”, “Check in” e a atual “2050”.

Visando a abertura ao mercado internacional, Luan Santana apresenta “Bailando” (com Enrique Iglesias) e “Mamita” (atual feat com o grupo CNCO).

Fechando o espetáculo, efeitos especiais produzido a partir de luzes e papéis picados, a música “Chuva de arroz” abre a despedida do show. Em meio a grandes hits, Luan apresenta os sucessos de Live Móvel, como “Sofazinho”, “A” e “Vingança”.

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui