As homenagens pelos 100 anos de Guanambi continuam acontecendo e movimento a cidade e as redes sociais. O ano do centenário apenas começou e muitas atividades ainda estão previstas para acontecer.

No início da semana, a Agência Sertão publicou uma lista de músicas que foram compostas ao logo dos anos para homenagear Guanambi. Alguns canções já conhecidas e outras lançadas às vésperas do 14 de agosto.

Um dos compositores dessas músicas é Gildásio Fernandes, compositor de seis canções em homenagem à cidade. Nesta semana, outra moda de viola foi lançada pelo artista com interpretação do cantor Robson Mello.

A moda de viola conta a história de todos os prefeitos, desde Balbino Cajaíba, até Nilo Coelho, Charles Fernandes e Jairo Magalhães, atual prefeito.

A letra da canção também cita personagens marcantes da cidade, como Chico Satélite, Maria Puxadinha, entre outros, recém homenageados no Concurso de Quadrilhas do último São João do Gurutuba.

Se você gosta do conteúdo da Agência Sertão, colabore para o aprimoramento do nosso Jornalismo a partir de R$ 10 por mês e seja um assinante - Saiba como!

 
Personagens foram retratados no livro “Lembranças de um Povo”, da escritora Terezinha Teixeira Santos

O clipe da música publicado no canal do Youtube de Gildásio mostra fotos históricas da cidade e dos prefeitos.

Veja o clipe de Lembrança de Guanambi

Letra

A pequena Beija-flor
Hoje a grande Guanambi
Sua historia e memória
O Gildasio fala aqui
Homens que deixaram sua marca
Registrada por aqui
sua vida seu trabalho dedicado a Guanambi
O primeiro prefeito foi Balbino Cajaíba
Um ano de mandato em sua bela carreira
O segundo João Exalto
O terceiro Mario Teixeira
José Bastos competente
e de uma boa proposta
em 1930 veio
José Ferreira Da Costa

Nossos grandes governantes escrevendo a sua história
O nosso Helvécio Martins guardamos na memoria
Pessoas de respeito que passaram por aqui
Domingos Antônio Teixeira deixou o seu rastro

Beijamim vieira Costa na sequencia o Nelson Bastos
Milton costa o prefeito foi juiz da comarca
O meu primo Joaquim Fernandes também deixou a sua marca
José Humberto Nunes com a sua pasta de couro
Seu amor e seu carinho e aquele branco carrinho
Jonas Rodrigues sua historia muito verdadeira
Mas um dos melhores prefeitos foi nosso
Binha Teixeira
Nilo Coelho o homem do progresso um politico muito forte
Gileno Donato e o honesto vá Boa Sorte
Sizalta e o bom vocabulário
Ariovaldo e Charles
Jairo Magalhães o prefeito do centenário
Esses nossos governantes usaram a inteligência
Foram pessoas importantes e de grande competência
Mas agora eu vou falar
De uma gente especial
Era um povo rejeitado e chamado de anomial
Chico satélite o imitador
Mariano o homem bomba

Nosso Zú o falador
Elói o homem sombra
Maria Puxadinha
Pneu e a Sara
e o bravo Rosinha
que fechava sempre a cara
o Jóia e Zé Macaco
João do boi o humorista
o querido Má o atleta
Edmundo nosso artista

Batuque o repórter
Que gostava de poesia
No meio da criançada ficava o Campina
Zé Barrão e Maria Pesada
Também tinha a sua sina
Delvita com sua risada e suas pernas finas
João Pintor artista plástico
Neco o gente fina
Nesse tempo era fantástico
E a gente imagina

esse esse é um traçado, dos cem anos de Guanambi
Sua historia e memória a gente guarda aqui.

Gildasio Fernandes

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui