Foto: Camila Souza/GOVBA

O governo da Bahia sancionou a lei que aumenta a idade-limite de 56 para 60 anos para permanência do “praça” na reserva remunerada da Polícia Militar. A decisão foi publicação no Diário do Estado nesta segunda-feira (5).

A lei sancionada permite a policia militar fique mais tempo na reserva, ou seja, é uma espécie de aposentadoria militar que permite que ele volte à ativa.

Após a reserva remunerada, os soldados, cabos, sargentos, sub-tenentes e aspirantes irão para a reforma remunerada, mas neste caso não voltariam à corporação.

O decreto foi assinado pelo governador em exercício, João Leão (PP).  Atualmente, os praças vão para a reserva remunerada “ex officio” quando atingem 30 anos de serviço. Ou seja, um policial que entra na corporação com 21 anos vai para reserva remunerada com 51 anos, podendo ficar até 56 anos.

Segundo o BahiaNews, com a proposta de Rui, ele poderá ir até os 60 anos, desde que queira continuar na PM.

Se você gosta do conteúdo da Agência Sertão, colabore para o aprimoramento do nosso Jornalismo a partir de R$ 10 por mês e seja um assinante - Saiba como!

 

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui