Divulgação | SSP-BA

Os policiais militares, civis e técnicos que alcançaram redução de 6% das mortes violentas na Bahia, receberam aproximadamente R$ 40 milhões, nesta quinta-feira (14), referente ao Prêmio por Desempenho Policial (PDP).

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), o prêmio reconhece o esforço dos efetivos, no primeiro semestre de 2019, comparando com o mesmo período do ano passado.

Ainda conforme a SSP-BA, cerca de 19,6 mil homens e mulheres da Polícia Militar (PM) foram contemplados, com valores mínimos entre R$ 619 e R$ 2,4 mil.

Já os efetivos das polícias Civil (PC) e Técnica (DPT), que também alcançaram a meta, receberam premiações que variam entre R$ 371 e R$ 2,4 mil.

No total, 25,3 mil policiais receberam na Bahia o PDP. Desde a implantação, em 2013, aproximadamente R$ 172 milhões foram pagos, para cerca de 132,5 mil integrantes da PM, PC e DPT.

Se você gosta do conteúdo da Agência Sertão, colabore para o aprimoramento do nosso Jornalismo a partir de R$ 10 por mês e seja um assinante - Saiba como!

 

Segundo o comandante do 17º Batalhão de Polícia Militar da Bahia (17º BPM), Tenente Coronel Arthur Mascarenhas, os policiais da Área Integrada de Segurança Pública 38 (Aisp 38) que compreende o 17º BPM, 94ª Companhia Independente de Polícia Militar da Bahia (94ª CIPM), 22º COORPIN (Polícia Civil de Guanambi) e Departamento de Polícia Técnica de Guanambi, receberam o prêmio nesta quinta-feira (14).

Segundo o comandante, essa área que abrange 18 cidades, sendo 10 de responsabilidade do 17º BPM e oito da 94ª CIPM, registrou uma redução de 38% nos casos de mortes violentas, no comparativo do primeiro semestre de 2018 com o primeiro semestre de 2019.

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui