Criança não viu a dimensão do perigo e acabou caindo na água - Reprodução / WhatsApp

Um piquenique no Parque da Cidade quase terminou em tragédia na tarde desta sexta-feira (31). Uma criança de cinco anos de idade caiu em um poço enquanto brincava, sendo salva pela mãe que viu a cena e se jogou na água para pega-lo.

A dona de casa e Josydete Ferreira comemorava o aniversário de 12 anos de seu filho mais velho com amigas e com outras crianças no local, quando o menino mais novo se distraiu correndo atrás de um gato e acabou caindo no poço. Desesperada, a mãe se jogou na água para resgatar o filho e conseguiu evitar o pior.

Ainda abalada com o fato, Josydete disse à Agência Sertão que acredita que o filho confundiu o lago com um gramado, uma vez que o local encontra-se coberto por uma camada de lodo.

Ela disse ainda que precisou nadar para alcançar o filho e trazê-lo para a margem do poço. O jardineiro que trabalha no Parque ajudou os dois a sair da água.

Servidor da Prefeitura de Guanambi que trabalha como jardineiro no parque ajudou mãe e filho a sair do lago. Na foto ele mostra a marca do nível do poço – Reprodução / WhatsApp

Com o auxílio de um galho de árvore, ele fez a medição da profundidade do poço que é de mais de 1,5 metros na margem. Josydete acredita que a profundidade no local onde o filho caiu é de mais de dois metros e que só conseguiu resgatá-lo porque sabe nadar.

“Por pouco meu filho não morreu, tinham algumas pessoas ali que viram meu desespero tentando salvá-lo. No momento em que eu vi meu filho se afogando, eu me joguei e consegui tirar ele dali com vida. Foi Deus que colocou sua mão e evitou a tragédia. No momento que meu filho quase se afogava eu tentava conseguir forças para tirá-lo de lá, com muita dificuldade consegui me apoiar em uma pedra e empurrá-lo para a margem, até que fomos ajudados pelo jardineiro”.

Josydete disse à reportagem da Agência Sertão que gostaria que a notícia fosse divulgada para que a prefeitura tome alguma providência no sentido de tornar o local mais seguro. “Para nós que somos adultos fica confuso identificar o perigo, além do mato do entorno, o lodo que cobre a superfície pode ser facilmente confundido com grama para quem não conhece o local”, comentou.

Apesar do grande susto, a criança não chegou a engolir a água do poço. Isso aconteceu porque ela foi avistada por pessoas que passavam pelo local que chamaram a atenção da mãe que agiu rápido.

Nas redes sociais, uma jovem que presenciou o fato também pediu que as autoridades municipais se atentem para a gravidade do ocorrido para melhorar a segurança do local. “Havia outros piqueniques, e outras dezenas de crianças brincando pelo parque, os pais sempre atentos e de olho, mesmo assim sabemos como as crianças são levadas e as vezes é necessário mais que supervisão de um adulto, é essencial que o local onde eles usam para se divertir seja um local seguro”, disse.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui