Reprodução

O mês de fevereiro começou chuvoso em algumas regiões da Bahia. Uma nova Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS) foi formada e trouxe bastante umidade para o Sudeste e parte do Nordeste Brasileiro. Além disso, a formação de um sistema frontal trouxe umidade do oceano Atlântico para o interior do continente.

Na última terça-feira (4), um temporal assustou moradores da cidade de Caculé. A enxurrada tomou conta das ruas e invadiu alguns comércios.

Em Macaúbas, distante 195 quilômetros de Guanambi, a chuva forte caiu na noite desta quarta-feira (5).

Moradores registraram o momento em que as ruas da cidade ficaram alagadas. Alguns veículos que estava estacionados ficaram praticamente submersos.

Proprietários chegaram usar cordas para amarrar os veículos no intuito de impedir que eles fossem arrastados pela correnteza que se formou na vias.

A água também invadiu algumas casas e comércios da cidade. Após o nível da água abaixar, muitas ruas ficaram tomadas pela lama, dificultando a passagem de motoristas e pedestres.

Também choveu bastante na zona rural de Guanambi na madrugada dessa quarta-feira (5). Na região do distrito de Morrinhos moradores relataram registro de chuva superior a 130 mm.

Toda esta chuva atingiu a cabeceira do rio Grande, um dos afluentes do rio Carnaíba de Dentro, principal formador do lago da barragem de Ceraíma. A expectativa é de que o nível da barragem continue subindo enquanto continuar chovendo na região. Até a última sexta-feira (31), o reservatório estava com 84% de seu volume útil.

Em Guanambi choveu cerca de 18 mm na madrugada de terça-feira. Nesta quarta-feira foi registrada apenas uma pancada rápida de chuva em algumas regiões da cidade.

Em Malhada e Carinhanha o nível do rio São Francisco começou a cair no início desta semana depois de ultrapassar os seis metros.

A previsão dos institutos de meteorologia é de que volte a chover em toda a região até o fim de semana.

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui