Após as chuvas intensas durante a madrugada em Guanambi, a lagoa do Clube de Campo transbordou e parte da água correu pela rua Treze de Maio, principal ligação das avenidas Santos Dumont e Guanabara com a Avenida Barão do Rio Branco, no Centro da cidade.

Junta com a água, centenas de piabas e peixes de outras espécies como tilápias saíram da lagoa e se espalharam pelo asfalto, enquanto alguns desceram pela enxurrada formada na via, seguindo até um boeiro do sistema de drenagem fluvial que leva a água até o Canal da Feira, de onde segue para o Riacho do Belém.

O fato chamou a atenção de quem passava pela via e muitas crianças se divertiram com os peixinhos que tentavam ganhar a enxurrada. Em 2018, após fortes chuvas no mês de fevereiro, a Lagoa também transbordou e a água escorreu por alguns dias pela via.

Segundo moradores vizinhos, o problema é recorrente e se repete sempre que a lagoa enche. Antes, além da água, muito barro descia pela via. O problema só foi amenizado depois que a prefeitura pavimentou a rua lateral, por onde passa a água para a rua Treze de Maio. A intervenção facilita o acesso dos moradores, e diminui a quantidade de lama na rua.

Uma solução definitiva para o problema ainda não foi tomada, pois a ocupação urbana na área suprimiu todo o curso d’água existente na localidade.

O acumulado de chuva registrado pelo pluviômetro da Agência Sertão entre às 23h de terça e 10h de quarta-feira foi de 84 mm, no Centro de Guanambi. A chuva causou transtorno para moradores de vias não pavimentadas. No bairro Bela Vista, alguns moradores precisaram de auxílio de reboque para desatolar seus veículos pela manhã.

No bairro Renascer II, próximo a um parque, o Riacho do Belém transbordou e passou por cima do asfalto.

No distrito de Ceraíma, foi grande a expectativa para o transbordamento da barragem, que chegou a 97% de sua capacidade no final da tarde.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui