Imagem Ilustrativa

Alguns motéis tiveram o funcionamento autorizado após os proprietários formalizarem um plano de trabalho junto à Secretaria Municipal de Saúde, por meio do Comitê de Enfrentamento à Pandemia do Novo Coronavírus (Covid-19). As autorizações foram concedidas de forma individual e os responsáveis assinaram um termo de compromisso.

Alguns estabelecimentos anunciaram o retorno das atividades no decorrer desta semana. Eles anunciaram que irão obedecer as orientações das autoridades de saúde para evitar a transmissão da doença, como reforço na higienização e na proteção dos colaboradores e clientes. Os estabelecimentos estavam fechados desde o dia 23 de março.

A autorização foi possível graças à modificação de dois artigos do decreto municipal que estabelece as medidas de combate ao Coronavírus. O termo motéis for suprimido do artigo 8º, ficando vedada apenas a hotéis e pousadas a aceitação de hóspedes. Já no artigo 10º foram acrescentados parágrafos atribuindo ao comitê a competência para avaliar de forma individual os requerimentos dos proprietários dos estabelecimentos e decidir administrativamente sobre a autorização de funcionamento.

O decreto diz ainda que o solicitante deverá formular um plano de trabalho que o responsabiliza na produção de um protocolo de conduta que deverá ser seguido para garantir a segurança dos colaboradores e consumidores do estabelecimento.

Outros estabelecimentos, como salões e barbearias, também tiveram os requerimentos analisados pelo comitê, que não informou quantos nem quais foram autorizados ou negados.

Lanchonetes, restaurantes e bares continuam proibidos de abrir as portas, limitando-se apenas ao atendimento a domicílio. Lojas de atacado e varejo estão abertas desde o dia 7 deste mês.

Academias e boates também continuarão fechados. O serviço de mototaxi continuará funcionando com a condição do passageiro usar seu próprio capacete, sendo vedado aos mototaxistas o empréstimo do equipamento.

Eventos culturais, esportivos e religiosos também continuam proibidos até o dia 4 de maio. Cultos religiosos continuam permitidos apenas via internet e sem a presença dos fieis. As aulas de todas as redes de ensino também ficam suspensas até a mesma data.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui