O Senado aprovou, por unanimidade, a medida provisória que fixou o valor do salário mínimo em R$ 1.045,00.

A proposta, já votada na Câmara, poderia perder a validade na próxima segunda-feira (1º), e agora segue para a sanção presidencial.

O relator da matéria, senador Paulo Paim (PT-RS), explicou que o valor diário do salário mínimo fica fixado em R$ 34,63; e a hora de trabalho, em R$ 4,75 .

Na Câmara, os deputados aprovaram, nessa quarta-feira (27), um projeto de lei que facilita a renegociação de dívidas das microempresas e a inclusão dessas empresas nas regras da Lei do Contribuinte Legal. O texto segue para análise dos senadores.

Ficou marcado para esta quinta-feira (28), a votação da medida provisória que define regras para pagamento de benefício a trabalhador que tiver salário reduzido, durante a pandemia do novo coronavírus.

Via Repórter Nacional

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui