Divulgação / Vigilância Epidemiológica

A Vigilância Epidemiológica de Guanambi iniciou um trabalho de desinfecção de espaços públicos nesta segunda-feira (1º). Os agentes contam com o apoio de um veículo pipa da Brigada Voluntária de Incêndio e de equipamentos de jato de água, usados para espalhar uma solução sanitizante de hipoclorito de sódio associada a um produto a base de quartenário de amônia.

Segundo Ernivaldo Viana, diretor do departamento de Vigilância Epidemiológica, os primeiros locais a receber a desinfecção foram o Pronto Atendimento (PA Covid), a Unidade de Pronto Atendimento (Upa), o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), o Primeiro Centro de Saúde, a Polimeg e a Central de Marcação.

A Praça Gercino Coelho, onde estão localizadas as agências do Bradesco, Caixa Econômica Federal e Itaú, além de uma casa lotérica e diversas lojas também foram higienizados no primeiro dia de trabalho.

Nesta terça-feira (2), a parte interna do Mercado Municipal e feira livre, a rua dos expedicionários, onde está localizado o Banco do Brasil, e a Praça da Rua Doutor Francisco José Fernandes, receberam a sanitização.

Na quarta-feira (3), o trabalho será realizado na área externa do Mercado e em todas as unidades básicas de saúde.

O trabalho de desinfecção deve continuar nos próximos dias em locais onde costumam ser formadas aglomerações. Agentes da Superintendência Municipal de Trânsito (Smtran) auxiliam na aplicação da solução sanitizante.

Casos de Coronavírus em Guanambi

O bairro Belo Horizonte, onde está localizado o alojamento com o primeiro surto constatado da doença, tem 33 casos. Nenhum dos casos foi detectado em morador do referido bairro.

Os outros casos são nos bairros Renascer (1), Monte Pascoal (1), Bela Vista (1), Bom Jesus (1), Vomitamel (1), Centro (1), São Francisco (2), Residencial dos Pássaros (1), Santo Antônio (1), Brindes (1) e distrito de Morrinhos (1).

São 43 homens e quatro mulheres, 9 com idade de 20 a 29 anos, 20 de 30 a 39 anos, 16 de 40 a 59 anos e 2 com mais de 60 anos.

Do total de casos confirmados, 42 foram diagnosticados pela aplicação de testes rápidos e 5 por exames laboratorial no Lacen/BA. Nenhum dos pacientes diagnosticados com a Covid-19 apresentou sintomas graves da doença e todos foram ou estão sendo tratados em suas residências, sob acompanhamento de profissionais da Atenção Básica.

Ao todo, desde o início da pandemia em março, 548 pacientes foram notificados pelo município com Síndromes Gripais (SG) e Síndromes Respiratórias Agudas Graves (SRAG).

Destes, 156 foram submetidos a coletas de swab nasofaríngeo para exames de RT-PCR, dos quais 136 tiveram resultados negativos, 5 positivos, 12 aguardam resultados e 3 aguardam coleta.

Até o momento, dois profissionais de saúde testaram Positivo para a Covid-19 e baseando-se no fluxograma e na nota técnica para realização de TR, 119 profissionais de saúde das unidades foram testados com resultados negativos. Todos os residentes e funcionários do Lar dos Idosos também testaram negativo.

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui