Reprodução / Leonardo Oliveira

Com o crescente número de casos positivos da Covid-19 em Caetité, a Prefeitura por meio do Comitê de Operações Emergenciais em Saúde Pública (COE) e da Secretaria de Saúde do município, alerta a população para o respeito às ações restritivas de isolamento social e prevenção do contágio da doença.

De acordo com a Secretaria de Saúde, a transmissão comunitária é uma realidade no município, e por esse motivo é imprescindível o isolamento social.

Os respectivos órgãos públicos alertam que a saída de casa deve ocorrer apenas em casos de extrema necessidade e, quando isso ocorrer, a pessoa deve obrigatoriamente fazer o uso da máscara.

Além disso, conforme a orientação, os munícipes devem evitar aglomerações, reuniões com amigos e familiares que não estejam residindo na mesma casa, caminhadas e passeios em grupo e respeitar as determinações restritivas do funcionamento do comércio e instituições bancárias.

O prefeito Aldo Gondim destaca que o Governo do Estado tem encontrado dificuldades na aquisição de testes e insumos para a conclusão do Hospital de campanha prometido no mês de maio.

O Município de Caetité recebeu ofícios do Ministério Público estadual no dia 19 de maio para que informasse acerca da existência de convênios e consórcios celebrados com o Estado da Bahia para as obras de adaptação do hospital que será destinado exclusivamente para pacientes com coronavírus.

De acordo com a Assessoria de Comunicação, a prefeitura de Caetité já cumpriu a sua parte no que se refere à implantação do Hospital de Emergência para a Covid-19 e, no momento, aguarda a finalização da contrapartida do Estado.

A Assessoria informou ainda que problemas têm sido enfrentados, principalmente no que se refere à entrega dos respiradores, que foram comprados e ainda não foram entregues.

Pacientes em estados que requerem mais cuidados são encaminhados para Vitória da Conquista, que atualmente é o centro regional para esse tipo de tratamento.

A Secretária de Saúde, Cynthia Lopes, destaca que a curva de contágio é ascendente em Caetité. “Em todo o país está ocorrendo o fenômeno da interiorização da pandemia. Infelizmente, não foi montada pelo Governo Federal um sistema de testagem em massa para acompanhar a evolução da pandemia, o que dificulta a ação das prefeituras. Solicitamos a colaboração de todos e de todas para juntos vencermos esse grande desafio”, convoca a Secretária.

O boletim epidemiológico da secretaria de Saúde de Caetité, publicado na noite deste terça-feira (14), informou que mais sete casos de infecção por coronavírus foram registrados no município.

Agora são 51 casos no total, sendo que 39 pacientes são considerados recuperados e 10 estão ativos com o vírus. Nesta quarta-feira (15), não houve registro de novos casos.

O município registrou um óbito decorrente da Covid-19, no dia 8 de julho. De acordo com a Secretaria de Saúde, trata-se de um paciente do sexo masculino de 71 anos de idade que realizava tratamento oncológico em Salvador, local onde foi constatado o óbito.

A prefeitura de Caetité não informou se há pacientes internados entre aqueles que permanecem ativos com a doença.

Ao todo foram realizados 1.093 exames para detecção do coronavírus no município, destes 1.039 casos suspeitos foram descartados após resultados negativos, seja por teste rápido ou por exame laboratorial no Lacen/BA. Um paciente com suspeita da doença aguarda resultado dos exames e 338 pessoas estão sendo monitoradas.

Para mais informações, acesse o site oficial da Prefeitura de Caetité: www.caetite.ba.gov.br.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui