Divulgação / PRF

Uma operação conjunta entre a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Polícia Militar da Bahia (Cipe-Chapada) resultou na apreensão na manhã de hoje (29), em Itaberaba, de cerca de 4 quilos de crack e mais a prisão de um foragido da justiça.

O flagrante ocorreu durante fiscalização de combate a criminalidade realizada pelas duas forças policiais no KM 225 da BR 242, região da Chapada Diamantina.

Inicialmente, foi dada ordem de parada ao ônibus licenciado no município de Serrolândia (BA). Durante os procedimentos de fiscalização, com o apoio de um cão farejador, foi encontrada uma mochila com 04 (quatro) tabletes de crack pronto para consumo. Após pesagem, o volume apreendido correspondeu a aproximadamente 4 Kg (quatro quilos).

Segundo a PRF, os policiais perceberam um nervosismo incomum em um dos passageiros. “Notava-se um certo desconforto com a abordagem policial e ele tentando enganar a polícia entregou carteira de habilitação e identidade falsos, pois estavam com a foto do suspeito, porém com o nome de uma outra pessoa”.

Após alguns minutos da entrevista, o homem confessou ser o responsável pelo transporte da droga, inclusive, relatou que foi contratado para trazer o produto ilícito da cidade de São Paulo (SP) para Petrolina (PE). Disse ainda que ganharia 2.000 reais pelo serviço. O volume de crack apreendido renderia cerca de R$ 36.000 ao tráfico de drogas.

Foram realizadas consultas aos sistemas informatizados dos órgãos de segurança e descobriu-se que o infrator figura como integrante do baralho do crime, procurado pela justiça baiana e responsável por crimes de homicídio praticados na região de Juazeiro. Trata-se de  Wesley da Silva Lima, recém incluído como Az de ouro na ferramenta usada pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) para divulgar informações sobre foragidos.

Veja também: Homem que fugiu de presídio vestido de mulher fui preso em Anagé

Diante dos fatos, o homem foi preso em flagrante e vai responder por tráfico de drogas, uso documento falso e falsidade ideológica. Ele foi encaminhado com todo material apreendido para a Delegacia de Polícia Judiciária, para formalização dos procedimentos cabíveis.

Em 2020, a PRF na Bahia já prendeu 29 pessoas com mandado de prisão em aberto e entregou à Justiça.

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui