Quatro novos casos de infecção pelo coronavírus foram confirmados em Guanambi nesta quarta-feira (19). As informações foram disponibilizadas no boletim epidemiológico da secretaria de Saúde, divulgado no início da noite. Todos os diagnósticos desta quarta-feira foram realizados por exame laboratorial PCR. Mais quatro pacientes foram considerados recuperados da Covid-19.

A quantidade de novos casos confirmados e de casos suspeitos subiu consideravelmente nos últimos dias. Somente nesta semana foram 27 casos e o número de pacientes aguardando resultado dos exames saltou para 122.

Segundo Manoel Paulo, secretário municipal de Saúde, os casos registrados no município costumam ter o mesmo perfil. “Uma pessoa que pegou em um determinado lugar, leva para dentro de casa contaminando a família e depois os colegas de trabalho. Assim está se repetindo em todos os casos quando conclui a investigação epidemiológica”, disse.

Ele também ressaltou que os cuidados para evitar a contaminação estão sendo deixados de lado por parte da população. “Toda a sociedade tem que entender que não tem medicamento certo e nem vacina, por enquanto o tratamento é o distanciamento, eles não tem noção do risco que estão correndo. Por enquanto estamos sendo agraciados pela proteção divina, mas temos que fazer nossa parte, só assim Deus nos ajudará”, concluiu.

No domingo (16), a Vigilância Sanitária interditou nove estabelecimentos comerciais por permanecerem abertos a partir das 21h, o que é proibido pela portaria que regulamenta o funcionamento do setor de alimentação.

Ao todo, o município registra 262 casos, sendo que 205 pacientes são considerados recuperados. O número de casos ativos permaneceu em 57. Um paciente esta internado em Vitória da Conquista, outro recebeu alta nesta quarta-feira. Em Guanambi são quatro pacientes internados no Hospital de Campanha em Guanambi e no Pronto Atendimento, todos com suspeita da Covid-19.

Internados

Um senhor de 82 anos continua internado em uma UTI e Vitória da Conquista. Ele segue em estado grave, com ventilação mecânica (respirador) e fazendo uso de hemodiálise. Outro paciente, de 56 anos, deixou a UTI no fim de semana e foi para um leito clínico após apresentar melhora, nesta quarta-feira ele foi liberado para terminar de se recuperar em casa.

Em Guanambi são quatro pacientes internados no momento. Um paciente de 33 anos, do sexo masculino e outro de 31 anos, do sexo feminino receberam alta nesta quarta-feira.

Uma mulher de 52 anos com suspeita da doença foi transferida do Pronto Atendimento para o Hospital de Campanha. Ela faz uso de oxigênio e tem quadro estável. Um homem de 40 anos foi internado no local nesta quarta-feira, também com suspeita e com uso de oxigênio.

Uma mulher de 57 anos permanece internada no Pronto Atendimento,também com quadro estável e com uso de oxigênio. Uma outra paciente, de 67 anos, foi internada nesta quarta com suspeita da doença.

Fonte: Secretaria de Saúde

Novos Casos

Os novos casos foram registrados em três pacientes do sexo masculino e em uma paciente do sexo feminino. Dois têm de 20 a 29 anos, um tem entre 30 e 39 anos e o outro tem mais de 60 anos.  Dois estão assintomáticos e os outros dois apresentam sintomas da Covid-19. Dois deles possuem comorbidades.

Dois são moradores do bairro Vomitamel, um do bairro Alto Caiçara e o outro do bairro Bairro Brasília.

Desde o início da pandemia, 127 pacientes tiveram resultado positivo no exame PCR, 809 negativo e 122 ainda aguardam resultado de exames. Já os testes rápidos detectaram 135 positivos e 2.966 negativos. Nesta quarta-feira, apenas dois resultados de exame laboratorial for divulgados e ambos tiveram resultado positivo.

O pronto atendimento médico dedicado ao tratamento da Covid-19 já atendeu 1.815 pessoas com Síndromes Gripais. No local foram realizados 610 testes rápidos, 550 exames laboratoriais, 59 exames de Raio-X e 11 tomografias.

Desde o início da pandemia, 15 pacientes que procuraram atendimento ficaram internados, outros 6 ficaram internados no Hospital de Campanha.

O boletim informa sobre a sintomologia da doença. Entre os infectados pelo coronavírus em Guanambi, 108 são ou foram assintomáticos e outros 154 desenvolveram sintomas como febre, tosse, dor de garganta, dispneia e falta ou perda total do paladar e olfato.

São 34 pacientes com algum tipo de comorbidade, sendo 60,7% do sexo masculino e 39,3% do sexo feminino.

Fonte: Secretaria de Saúde

Também foram divulgados dados sobre profissionais de saúde contaminados. Até o momento 41 trabalhadores desse setor contraíram o vírus, médicos (10) e técnicos de enfermagem (9) são os mais afetados.

Casos por bairros

Fonte: Observatório UniFG

42 Casos – Bairro Belo Horizonte

20 Casos – Bairro São Francisco

15 Casos – Bairro Vomitamel

14 Casos – Bairro Bela Vista – Bairro Alvorada – Centro

08 Casos – Bairro Vila Nova

07 casos –  Bairro Novo Horizonte – Bairro Sandoval Moraes – Bairro Paraíso – Bairro Ipiranga – Bairro Alto Caiçara

06 casos – Bairro Santa Catarina –  Bairro BNH – Bairro Santo Antônio – Bairro Brindes –

05 casos – Bairro Residencial dos Pássaros – Bairro Brasília

04 Casos – Bairro Beija Flor – Bairro Morada Nova

03 Casos – Bairro Araújo – Bairro São Sebastião –  Bairro Anita Cardoso – Bairro Ipanema – Bairro Liberdade

02 casos – Bairro Bom Jesus – Bairro Jardim São João – Residencial Gurungas – Bairro Santa Luzia – Bairro Monte Pascoal – Bairro Residencial Massaranduba – Bairro Marabá – Bairro Pôr do Sol.

01 caso –  Bairro Candeal – Bairro Floresta –  – Bairro Leolina de Sá – Bairro Loteamento Sandoval Moraes 2 – Bairro Monte Azul – Bairro Renascer –  Bairro Aeroporto Velho – Bairro São Vicente –  Bairro São José – Bairro Industrial – Sítio Vomitamel – Bairro Alazão – Bairro Nova Esperança – Bairro Beneval Boa Sorte

Zona Rural e Distritos

03 Zona Rural
03 Distrito de Morrinhos
07 Distrito de Mutãs

Nessas localidades, a secretaria de Saúde recomenda que as  medidas de distanciamento e práticas de higiene sejam redobradas.

Monitoramento

A Atenção Básica tem orientado sobre a importância do isolamento social dos pacientes testados positivo e das pessoas que residem no mesmo domicilio, mesmo que assintomáticos, assim os profissionais da secretaria de saúde, realizam ligações diariamente durante 14 dias a esses pacientes com o intuito de monitorar os sintomas e orientações. Atendimentos e tele atendimentos psicológicos estão sendo ofertados aos pacientes com suspeita e confirmados de Covid-19, e aos profissionais da linha de frente da secretaria de saúde, até o momento foram realizados 304 atendimentos.

Nesta situação de enfrentamento à pandemia, as Barreiras Sanitárias, instaladas nas entradas do município desde o dia 24 de março, conseguiram catalogar 380.029 veículos e 808.617 pessoas.

Ainda há 578 pessoas vindas de áreas de risco em monitoramento e 12.709 já receberam alta do monitoramento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui