Foto: Agência PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) recolheu 70 motocicletas com irregularidades nas rodovias federais da Bahia, desde o início da segunda fase da Operação Nacional de Segurança Viária, na última terça-feira (18).

Os agentes flagraram diversas irregularidades praticadas, por motoristas e principalmente, por motociclistas nos cinco dias de fiscalização.

Segundo a PRF, o objetivo da operação é direcionar as ações de policiamento e fiscalização com foco na segurança viária, em especial, na prevenção e redução da gravidade dos acidentes de trânsito, além de aumentar a percepção de segurança nos trechos onde mais ocorrem acidentes graves nas rodovias federais.

As ações de policiamento e fiscalização estão sendo intensificadas nos trechos críticos, com o reforço do efetivo policial, inclusive com participação do Grupo de Motociclistas da PRF na Bahia, a fim de reduzir o número de acidentes graves (com mortos e feridos). Na Bahia, estes pontos críticos estão nas BR 324 e BR 116.

Em relação às motocicletas, a PRF afirma que é importante a intensificação das fiscalizações. Apenas em 2020 foram 667 acidentes envolvendo motocicletas nas rodovias federais baianas e destes, 274 foram acidentes graves (com ferido grave ou morte). Ainda, as colisões transversais, na traseira e laterais são os principais tipos de acidente envolvendo os ciclos, o que está diretamente relacionado às manobras arriscadas e ao tráfego entre veículos, os chamados “corredores”.

Foto: Agência PRF

Ainda segundo a PRF busca, as fiscalizações têm função não apenas de reforçar o policiamento, e sim de prevenir e realizar o atendimento dos acidentes, mas sobretudo conscientizar o condutor do seu papel fundamental para a redução da letalidade do trânsito, com a adoção de condutas positivas e preventivas na condução do veículo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui