Jovens realizaram uma festa com paredão de som, bebidas e aglomerações em posto de combustível na entrada da cidade de Caetité. O movimento foi realizado na noite da última sexta-feira (21) e as imagens circularam nas redes sociais. O posto fica localizado no Alto do Brás, em frente a barreira sanitária da Prefeitura de Caetité.

O evento não teve liberação da prefeitura para acontecer, além de ir contra as recomeçadões e exigências do município e da Organização Mundial da Saúde (OMS), como é o caso de evitar aglomerações e manter o distanciamento minimo de 1,5 m entre as pessoas.

Nas imagens é possível ver dezenas de pessoas reunidas e muitas sem máscaras. Populares também afirmam que não é a primeira vez que o local é encontro de pessoas para bebidas e aglomerações. “No final de semana anterior também teve e já é comum as pessoas irem para o Posto com paredão de som e consumirem bebidas alcoólicas no local”, afirmou um caetiteense.

 

A secretária de saúde, Cínthia Lopes, afirmou que a denúncia foi recebida pela secretaria e que imediatamente a equipe de fiscalização foi ao local junto com a Polícia Militar e impediu o prosseguimento da festa. “O responsável pelo estabelecimento também foi acionado e estamos tomando todas as medidas cabíveis”, afirmou Lopes.

PM terá mais liberdade para apreensão de veículos com aparelhos sonoros

O governador Rui Costa (PT) afirmou na última quarta-feira (19) que a Polícia Militar atuará com mais rigor nas ações para coibir os chamados paredões de som, eventos que se tornaram corriqueiros em meio ao avanço da pandemia de Covid-19.  Além da apreensão dos aparelhos sonoros e dos veículos, a prática será enquadrada como crime contra a saúde pública e tantos os proprietários dos automóveis quanto os donos de bares serão responsabilizados.

Segundo o governador, uma vez que a aglomeração de pessoas está expressamente proibida na legislação que trata das medidas de enfrentamento à crise sanitária, tal comportamento representa um “atentado à vida humana”.

“O veículo será apreendido e será feito o enquadramento dos seus proprietários junto à delegacia como crime. Além dos aspectos das multas de trânsito, das multas de som, será aberto procedimento criminal para essas pessoas”, explicou o governador.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui