Imagens de segurança ajudaram na identificação dos autores do crime

Morreu o segundo homem apontado com executor do latrocínio que terminou na morte do sargento aposentado da Polícia Militar, Antônio Carlos Porto Santana, ocorrido no último sábado (22), no Caminho 15 do bairro Urbis V, em Vitória da Conquista.

Segundo fontes policiais, houve um confronto entre o criminoso e a Companhia Independente de Policiamento Tático – Sudoeste (CIPT/SO, ex-Rondesp), nesta segunda-feira (24), no Bairro Simão. Ele foi identificado como Márcio de Jesus Brito, idade não revelada, e acabou sendo atingido por disparos e não resistiu aos ferimentos.

Leia também: Cinco mortes violentas foram registradas em Vitória da Conquista no fim de semana 

A ação começou após o condutor de um veículo começar a fazer manobras perigosas quando avistou a viatura, demostrando aparente tentativa de fuga. Os policiais então começaram a perseguir o veículo suspeito, até que um dos ocupantes sai do carro, atirou contra a viatura e seguiu em fuga a pé.

A partir daí, foi iniciado um cerco cerco no local e o criminoso disparou novamente contra os policiais, que revidaram. Após o cessar fogo, os policiais encontraram o homem caído ao solo segurando uma arma de fogo. Ele foi levado para o Hospital Geral de Vitória da Conquista (HGVC), onde foi constato o óbito.

O outro  suspeito de participar do latrocínio morreu durante uma ação de policiais da Companhia Independente de Policiamento Tático – Sudoeste (CIPT/SO), em Vitória da Conquista.

O homem identificado como João Soares foi localizado no bairro Bruno Bacelar na tarde do último sábado (21), após investigações e denúncias. Segundo a polícia, houve confronto e o suspeito foi atingido, chegando a ser levado para o Hospital Geral de Vitória da Conquista (HGVC), mas não resistiu e morreu.

Imagens de câmaras de segurança instaladas nos imóveis próximos ao local do crime ajudaram a identificar os autores.

De acordo com a PM, o militar de 64 anos, foi atingido com um disparo de arma de fogo na região das costas e teve o seu carro levado por criminosos. Antônio cumpriu mais de 30 anos de carreira.

Equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram ao local, mas ele não resistiu. O policial deixou uma filha.

A Polícia Militar da Bahia emitiu uma nota de pesar:

É com profundo pesar que a Polícia Militar da Bahia informa o falecimento da sargento PM  Antônio Carlos Porto Santana , 64 anos, na manhã deste sábado (22), quando foi vítima de um latrocínio no Caminho 15, Urbis V, município de Vitória da Conquista. O sargento foi alvejado com um disparo de arma de fogo na região das costas e teve o seu carro levado por criminosos. Equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi ao local, mas ele terminou não resistindo. O policial deixa uma filha.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui