Mais sete novos casos de infecção pelo coronavírus foram confirmados em Guanambi nesta quarta-feira (26). As informações foram disponibilizadas no boletim epidemiológico da secretaria de Saúde, divulgado no início da noite. Cinco diagnósticos foram realizados por exame laboratorial PCR e os outros dois por aplicação de teste rápido. Mais oito pacientes foram considerados recuperados da Covid-19.

Ao todo, o município registra 329 casos, sendo que 246 pacientes são considerados recuperados. O número de casos ativos caiu de 83 para 82. Dois pacientes estão hospitalizados no Pronto Atendimento.

Nos três primeiros dias da semana são 23 casos acumulados. Na semana anterior foram registrados 63 casos, o maior número desde o início da pandemia.

Internados

Uma mulher de 67 anos continua internada no Pronto Atendimento, também com quadro estável e com uso de oxigênio, assim como uma idosa de 94 internada que também tem quadro estável e continua fazendo uso de oxigênio.

Novos Casos

Os novos casos foram registrados em quatro pacientes do sexo masculino e três do sexo feminino. Um tem entre 10 e 19 anos, quatro entre 40 e 59 anos e dois entre 40 e 59 anos. Dois estão assintomático e os outros cinco apresentam sintomas da Covid-19. Um deles possui comorbidades.

Eles são moradores dos bairros Santo Antônio (2), São Francisco, Santa Catarina, Residencia dos Pássaros, Jardim São João e Monte Azul.

Desde o início da pandemia, 168 pacientes tiveram resultado positivo no exame PCR, 984 negativo e 68 ainda aguardam resultado de exames. Já os testes rápidos detectaram 161 positivos e 3.048 negativos. Nesta quarta-feira, 33 resultados de exame laboratorial foram divulgados e 28 tiveram resultado negativo.

O pronto atendimento médico dedicado ao tratamento da Covid-19 já atendeu 2.085 pessoas com Síndromes Gripais. No local foram realizados 656 testes rápidos, 730 exames laboratoriais, 74 exames de Raio-X e 12 tomografias.

Desde o início da pandemia, 17 pacientes que procuraram atendimento ficaram internados, outros 7 ficaram internados no Hospital de Campanha.

O boletim informa sobre a sintomologia da doença. Entre os infectados pelo coronavírus em Guanambi, 133 são ou foram assintomáticos e outros 196 desenvolveram sintomas como febre, tosse, dor de garganta, dispneia e falta ou perda total do paladar e olfato.

São 44 pacientes com algum tipo de comorbidade, sendo 59% do sexo masculino e 41% do sexo feminino.

 

Também foram divulgados dados sobre profissionais de saúde contaminados. Até o momento 49 trabalhadores desse setor contraíram o vírus, médicos (10) e técnicos de enfermagem (12) são os mais afetados.

Casos por bairros

Fonte: Observatório UniFG

43 Casos – Bairro Belo Horizonte

24 Casos – Bairro São Francisco

21 Casos – Bairro Bela Vista

17 casos – Bairro Vomitamel – Centro

15 Casos –  – Bairro Alvorada

13 Casos – Bairro Alto Caiçara

10 Casos – Bairro Vila Nova – Bairro Paraíso – Bairro Santo Antônio

09 Casos – Bairro Novo Horizonte

08 Casos – Bairro Ipiranga – Bairro Sandoval Moraes – Bairro Santa Catarina

07 casos –  Bairro BNH – Bairro Brasília – Bairro Brindes

06 casos – Bairro Beija Flor – Bairro Residencial dos Pássaros

05 casos –Bairro Araújo – Bairro Liberdade

04 Casos – Bairro Morada Nova

03 Casos – Bairro Anita Cardoso – Bairro Ipanema – Bairro Jardim São João – Bairro Monte Azul – Bairro Pôr do Sol – Bairro Residencial Gurungas – Bairro Residencial Massaranduba – Bairro São Sebastião – Bairro Sítio do Vomitamel

02 casos – Bairro Beneval Boa Sorte – Bairro Bom Jesus – Bairro Dr. José Humberto Nunes – Bairro Leolina de Sá – Bairro Marabá – Bairro Monte Pascoal – Bairro Santa Luzia

01 caso –Bairro Aeroporto Velho – Bairro Alazão – Bairro Candeal – Bairro Deus Dará – Bairro Floresta – Bairro Industrial – Bairro Loteamento Sandoval Moraes 2 – Bairro Nova Esperança – Bairro Renascer – Bairro Santo André – Bairro São José – Bairro São Vicente – Bairro Vasconcelos

Zona Rural e Distritos

05 Zona Rural
03 Distrito de Morrinhos
07 Distrito de Mutãs

Nessas localidades, a secretaria de Saúde recomenda que as  medidas de distanciamento e práticas de higiene sejam redobradas.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui