Divulgação / Prefeitura

Mais um homicídio foi registrado em Vitória da Conquista nesta sexta-feira (28). Desde a último sábado (22), nove pessoas morreram por conta de ferimentos causados por armas de fogo.

O número é maior do que a quantidade de pessoas que morreram pela complicação do coronavírus no município. Nos últimos sete dias, seis pessoas morreram com a Covid-19 segundo os dados da Secretaria de Saúde. Durante toda a pandemia foram 99 óbitos até agora.

A última vítima da violência foi identificada como Alison Moraes Lima, de 25 anos. Ele morreu na hora após receber um tiro na cabeça.

Segundo a polícia, ocorreu na Rua São João, bairro Conjunto da Vitória. Um homem de 31 anos foi atingido na perna, socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado para o Hospital Geral de Vitória da Conquista (HGVC).  As vítimas estavam sentadas na porta de uma residência, quando um homem a bordo de uma bicicleta efetuou os disparos.

Este foi o segundo homicídio registrado em menos de 24 horas no mesmo bairro. Na noite anterior, Diego Luiz Santos, conhecido pelo apelido de Pezão, foi vítima de homicídio.

Segundo informações da polícia, Diego estava em frente a sua residência quando foi executado a tiros de arma de fogo.

Vítima estava em frente à sua residência – Reprodução / Redes Sociais

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada e compareceu ao local, no entanto o jovem já estava morto quando o socorro chegou.

Policiais militares foram ao local registrar a ocorrência e garantir a segurança na cena do crime. A Polícia Técnica realizou a perícia e removeu o corpo para realização de necropsia no Instituto Médico Legal (IML).

Ninguém foi preso até o fechamento desta publicação. A Polícia Civil ficará responsável em investigar a autoria e motivação do homicídio.

Onda de violência

A primeira vítima desta onda de violência foi um sargento aposentado da Polícia Militar, morto na manhã do ultimo sábado (22). Antônio Carlos Porto Santana, foi vítima de latrocínio (roubo seguido de morte), no Caminho 15 do bairro Urbis V, em Vitória da Conquista.

De acordo com a PM, o militar de 64 anos, foi atingido com um disparo de arma de fogo na região das costas e teve o seu carro levado por criminosos. Antônio cumpriu mais de 30 anos de carreira.

A tarde, um indivíduo suspeito de participar de um latrocínio morreu durante uma ação de policiais da Companhia Independente de Policiamento Tático – Sudoeste (CIPT/SO), em Vitória da Conquista.

O homem identificado como João Soares foi localizado no bairro Bruno Bacelar na tarde deste sábado (21), após investigações e denúncias. Segundo a polícia, houve confronto e o suspeito foi atingido, chegando a ser levado para o Hospital Geral de Vitória da Conquista (HGVC), mas não resistiu e morreu. O suspeito teria sido identificado nas imagens de câmaras de segurança instaladas nas redondezas do local do crime.

A terceira morte violenta deste dia ocorreu por volta de 21h40, no Bairro Copacabana 1. A vítima foi um jovem de 18 anos, identificado como Arnaldo Alves de Oliveira Neto. A polícia registrou a ocorrência e o Departamento de Polícia Técnica (DPT) realizou perícia no local e realizou a remoção do corpo para realização de autópsia no Instituto Médico Legal (IML).

No final da noite, um homem foi morto a tiros no bairro Santa Terezinha. A vítima foi Diego Amaral Ribeiro de Deus, idade não informada. A Polícia Militar e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram até o local mas não encontraram o autor dos disparos e o atingindo já havia morrido antes de receber o socorro.

Já na noite deste domingo (23), dois irmãos foram alvejados por disparos de arma de fogo dentro de um bar, na região do Povoado da Estiva. Um deles morreu no local e o outro foi socorrido até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA). A polícia não localizou os autores.

A sexta morte violenta registrada nos últimos dias está relacionada com a morte do PM no sábado. Na manhã da última segunda-feira (24), um dos envolvidos no crime foi morto após reagir a um cerco dos policiais.

Na última terça-feira (25), um homem de 31 anos, identificado como Vilmario Santos Silva, de 31 anos, foi morto a tiros no bairro Cidade Modelo. Outro homem de 42 anos foi atingido na perna e socorrido pelo Samu para o Hospital Geral de Vitória da Conquista.

A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa investiga os homicídios ocorridos nos últimos dias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui