Foto: Ronny Martins/ Reprodução

Diante do aumento do número de casos de Covid-19 em Guanambi, uma Blitz Educativa da Saúde foi realizada na noite desta quinta-feira (3) e na manhã desta sexta-feira (04), pela Secretaria Municipal de Saúde. A ação visa reforçar as orientações de combate ao coronavírus.

Na quinta-feira a blitz ocorreu no semáforo da Praça Manoel Novaes, com início, às 18h. Já nesta sexta-feira, a ação aconteceu também no Centro e Feira Livre. O evento educativo contou com o apoio dos bombeiros civis, os quais orientavam e distribuíam máscara de proteção.

Conforme o coordenador institucional Willian, a população reagiu muito bem. Ele explicou que o objetivo é tornar constantes essas ações, gerando assim maior segurança para a população. “Faremos blitz em Mutans e Morrinhos, mas o trabalho continua nos comércios. Os bombeiros estão entrando nos comércios, temos transmissão comunitária da doença, agora é orientar os cidadãos”, completou Willian, ao site Folha do Vale.

De acordo com o coordenador, esse trabalho de orientar os cidadãos como identificar os primeiros sintomas da Covid vai ajudar na prevenção, bem como, vai ajuda evitar lotação nos locais criados para receber suspeitos da doença.

Na manhã desta sexta-feira, a reportagem da Agência Sertão flagrou os bombeiros civis abordando pedestres sem máscara nas ruas próximas a feira livre e fazendo orientações sobre a necessidade do uso da máscara para a prevenção da Covid-19.

Barreiras itinerantes 

A Prefeitura de Guanambi desde segunda-feira (31), vem realizando barreiras sanitárias itinerantes. O objetivo é reforçar o trabalho de busca por pessoas que possam estar infectadas pelo novo coronavírus.

De acordo com Secretário Municipal de Saúde, Manoel Paulo Fraga, as barreiras montadas nas principais entradas do município foram desativadas, pois as barreiras sanitárias nas fronteiras da cidade foram eficientes, no entanto, deixou de ser eficaz pelo fato da transmissão do vírus ser comunitária atualmente. “Hoje existe uma preocupação mais interna por parte da secretaria, nesse sentido vamos desativar essas barreiras e colocar os profissionais nas ruas para fazer o serviço educativo”, comentou Manoel Paulo.

Covid-19 em Guanambi 

Ao todo, o município registra 382 casos, sendo que 317 pacientes são considerados recuperados. O número de casos ativos caiu de 67 para 64. Um paciente morreu e quatro estão hospitalizados.

Mais dois casos de infecção pelo coronavírus foram confirmados em Guanambi nesta quinta-feira (3). As informações foram disponibilizadas no boletim epidemiológico da secretaria de Saúde, divulgado no início da noite. 

Todos os diagnósticos foram realizados por aplicação de teste rápido. Mais cinco pacientes foram considerados recuperados da Covid-19.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui