O PT de Guanambi registrou a candidatura de Marivalda Santos Pereira de Araújo à prefeitura de Guanambi. Valda do PT, como será seu nome na urna, tem 51 anos e disputa a segunda eleição de sua vida. Ela terá como candidato a vice-prefeito em sua chapa o médico Edson Luis Lélis Costa, o DR. Luia (PSB).

Valda é agente comunitária de Saúdo e foi candidata ao cargo de deputada estadual em 2018, obtendo mais de 23 mil votos pelo PPL. Em Guanambi foram 834 votos. Ela deixou o PPL e se filou ao PT no ano passado. Em setembro, ela foi eleita presidente do diretório municipal do partido após uma eleição acirrada.

Ela concorre ao cargo de prefeita de Guanambi pela coligação “A força do povo”, agregando os partidos PT e PSB. Em sua declaração à Justiça Eleitoral, Valda afirmou que não possui bens registrados em seu nome. (Veja mais informações sobre a candidata a prefeita)

Dr. Luia vai disputar a sua primeira eleição. À Justiça Eleitoral ele declarou possuir bens avaliados em R$3.646.500,00, incluindo imóveis, veículos, propriedades rurais e quotas em empresas.

O PT de Guanambi terá 20 candidatos ao legislativo municipal. Já o PSB não registrou candidatos a vereador. O prazo para registro das candidaturas termina neste sábado (26) e a campanha eleitoral inicia oficialmente neste domingo (27).

Jairo Magalhães

Candidato a reeleição, Jairo Magalhães (PSD) colocou seu novamente na disputa. Ele terá como candidato a vice-prefeito o vereador Vandilson Medeiros (PSD). A chapa foi registrada no TSE também neste sábado.

Eles concorrem pela coligação “Time do Avanço”, composta pelo PSD, Avante e PC do B. Os três partidos irão concorrer às vagas da Câmara Municipal com 13, 23 e 17 candidatos respectivamente, 53 no total. Todos já foram registrados.

Nilo Coelho

Um dos concorrentes na disputa à cadeira de prefeito de Guanambi é Nilo Coelho (DEM), que já ocupou o posto em três ocasiões. Ele terá o também vereador Nal (DEM) como candidato a vice-prefeito. Nilo registrou sua chapa junto ao TSE no início da semana.

Eles concorrem pela coligação “O trabalho é a nossa marca”, formada pelos partidos PP, Republicanos, PDT, PSL, DEM e PSDB. Três partidos da coligação lançaram candidatos a vereador. O DEM concorre com 23 nomes, o PSDB com 23 e o Republicanos terá 16 candidatos, 62 no total.

Eleições 2020

As eleições serão realizadas no dia 15 de novembro. O adiamento ocorre em função da pandemia do coronavírus e acarretou mudanças no calendário eleitoral.

Nas Eleições Municipais de 2020, pela primeira vez, candidatos ao cargo de vereador não poderão concorrer por meio de coligações. O fim das coligações na eleição proporcional foi aprovado pelo Congresso Nacional por meio da reforma eleitoral de 2017. Com isso, o candidato a uma cadeira na câmara municipal somente poderá participar do pleito em chapa única dentro do partido ao qual é filiado.

Para o cargo de prefeito, continua sendo possível a união de diferentes partidos em apoio a um candidato.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui