Começa oficialmente neste domingo a campanha eleitoral das eleições municípios de 2020. Em Vitória da Conquista, sete candidatos colocaram seus nomes para a disputa da prefeitura. A campanha começa neste domingo (27) e o horário eleitoral gratuito nas emissoras de rádio e TV começam no dia 9 de outubro.

Cabo Herling (PSL), David Salomão (PRTB), Herzem Gusmão (MDB), Maria Stella (Rede), Professor Ferdinand (PSol), Romilson Filho (PP) e Zé Raimundo (PT) são os nomes que vão disputar a preferência dos 231.176 eleitores aptos a irem às urnas no dia da eleição.

Em municípios com mais de 200 mil eleitores, como o caso de Vitória da Conquista, pode haver a realização de um segundo turno, caso o candidato mais votado não consiga mais de 50% na primeira votação.

As eleições serão realizadas no dia 15 de novembro e o segundo turno no dia 29 caso seja necessário. O adiamento ocorre em função da pandemia do coronavírus e acarretou mudanças no calendário eleitoral.

Para a Câmara municipal, até o início da tarde deste sábado (26), 18 partidos registraram 440 candidaturas às 21 vagas legislativas. O prazo para registro termina ás 23h59.

Nas Eleições Municipais de 2020, pela primeira vez, candidatos ao cargo de vereador não poderão concorrer por meio de coligações. O fim das coligações na eleição proporcional foi aprovado pelo Congresso Nacional por meio da reforma eleitoral de 2017. Com isso, o candidato a uma cadeira na câmara municipal somente poderá participar do pleito em chapa única dentro do partido ao qual é filiado.

Para o cargo de prefeito, continua sendo possível a união de diferentes partidos em apoio a um candidato.

Veja quem são os candidatos a prefeito de Vitória da Conquista

Cabo Herling (PSL)

Herling Santos Conceição, conhecido como Cabo Herling, é o candidato a prefeito do PSL em Vitória da Conquista. Os 46 anos, policial militar irá concorrer à sua quinta eleição. O político foi candidato a câmara pelo PDT em 2008, pelo PP em 2012 e pelo até pelo PT, nas eleições de 2016. Em 2018, Herling deu uma guinada à direita e foi para o PRTB, onde foi candidato a deputado estadual, mas teve a candidatura indeferida.

Ele concorre pela chapa “Renova Conquista”, reunindo o PSL e o PSC. Ele declarou possuir patrimônio avaliado em R$240.000,00, incluindo uma casa e um automóvel. (Veja mais informações sobre o candidato a prefeito e o plano de governo apresentado)

Ele terá com candidato a vice-prefeito o pastor Washignton Silva Ribeido (PSL), de 36 anos, disputando a sua primeira eleição. Ele declarou à Justiça eleitoral que não possui bens.

David Salomão (PRTB)

O PRTB oficializou a candidatura do vereador David Salomão à disputa da prefeitura de Vitória da Conquista. O candidato tem 38 anos e é natural de Alagoinhas. Ele é candidato pela coligação “Agora é a vez do povo”, agregando o PRTB e o Patriota.

Salomão está no seu primeiro mandato como vereador. Sua primeira eleição foi em 2012, pelo PCdoB, mas acabou não concorrendo, pois o registro de candidatura foi indeferido por seu nome não ter sido escolhido em convenção partidária. Ele foi candidato a Deputado Federal pelo PTC em 2014, obtendo 5.667. Eleito pelo mesmo partido a vereador em 2016, com 969 votos, o eleito menos votado na ocasião. Em 2018 voltou a se candidatar a deputado federal, desta vez pelo PRTB, conseguindo 38.277. Em Vitória da Conquista ele teve 23.221 votos.

O candidato declarou patrimônio avaliado em R$728.800,00 no ato de registro de sua candidatura. Os bens incluem um casa, veículos, saldo bancário e participações em uma empresa. (veja mais informações sobre o candidato a prefeito)

Ele terá como candidata a vice-prefeita a a assistente social Luiza Ariana da Rocha Mota Ferraz, de 45 anos. A candidata já concorreu a uma vaga de vereadora na cidade em duas ocasiões, 2008 e 2012, não conseguindo se eleger em nenhuma das oportunidades. (veja mais informações sobre a candidata a vice-prefeita)

 

Herzem Gusmão (MDB)

Nesta quinta-feira (24), mais três candidatos registraram suas candidaturas à prefeitura de Vitória da Conquista. Um deles é o atual prefeito Herzem Gusmão (MDB). Ele é candidato pela coligação “O trabalho tem que continuar”, reunindo além do seu partido, o MDB, os partidos Republicanos, PTB, MDB, Podemos, PMB, PSDB e DEM.

Gusmão tem tem 70 anos e é natural de Vitória da Conquista e fez carreira na cidade como radialista e redator. Antes de ser eleito com 57,58% dos votos em 2016, ele tentou ocupar o cargo de prefeito por duas vezes sem sucesso, em 2008 e 2012, e de deputado federal também por duas vezes, em 2014 e 2018.

Em sua declaração de bens, Herzem informou possuir patrimônio avaliado em R$153.661,10, incluindo um terreno, depósitos bancários e uma quantia em espécie. (veja mais informações sobre o candidato a prefeito)

Ele terá como candidata a vice-prefeita a presidente licenciada da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Vitória da Conquista, Sheila Lemos (DEM), que é filha da atual vice-prefeita, Irma Lemos. Ela foi candidata a deputada federal em 2018 e obteve 5.960 votos.

A candidata declarou bens avaliados em R$ R$667.109,15, como terrenos, veículos, depósitos, dinheiro em espécie e quotas em empresas. (veja mais informações sobre a candidata a vice-prefeita).

Maria Stella (Rede)

Maris Stella Schiavo Novaes de 52 anos concorre pelo partido Rede à prefeitura de Vitória da Conquista. Esta será sua segunda experiência política, sendo que a primeira foi uma candidatura à Câmara Municipal em 2008, não conseguindo se eleger. A candidata faz mestrado em Museologia, além de atuar em movimentos sociais.

Maris Stella declarou no ato de registro de candidatura que não possui bens. (veja mais informações sobre a candidata a prefeita)

Ela terá como candidato a vice-prefeito Leone Gomes, de 23 anos, disputando sua primeira candidatura. Ele também declarou não possuir bens. (veja mais informações sobre o candidato a vice-prefeito).

Professor Ferdinand (PSol)

O PSol terá candidato a prefeito de Vitória da Conquista Ferdinand Martins da Silva, o Professor Ferdinad. Em 2004 ele registou candidatura à prefeitura pelo PSTU, mas sua candidatura acabou indeferida. Ele é professor assistente da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb). O candidato tem 57 anos e atua na área de Física, possuindo título de doutorado em educação e ciências.

Ele declarou possuir bens avaliados em R$718.486,25, incluindo uma casa, propriedades rurais, automóvel e cotas de capitar em uma cooperativa de crédito. (veja mais informações sobre o candidato a prefeito)

Já Paulo Souza Monteiro tem 33 anos, é psicólogo e foi candidato a deputado estadual em 2018, obtendo 1.068 votos. Ele não declarou bens (veja mais informações sobre o candidato a vice-prefeito).

Romilson Filho (PP)

O empresário Romilson Filho será o candidato do PP à prefeitura de Vitória da Conquista. Romilson tem 53 anos e foi candidato a vereador não eleito em 2012. Ele também se colocou como pré-candidato a prefeito em 2016, mas acabou não concorrendo. A candidatura de Romilson terá apoio de cinco partidos. Além do PP, Partido Trabalhista Cristão (PTC), Partido Liberal (PL), Cidadania e Solidariedade (SD) formam a coligação.

O candidato declarou à Justiça Eleitoral não possuir bens. (veja mais informações sobre o candidato a prefeito)

Ele terá como como candidato a vice-prefeito o também empresário Kleber Avelino, conhecido como Kleber Doutor Saúde, do Solidariedade. Esta será sua segunda experiência em eleições. A primeira ocorreu em 2018, como candidato a deputado estadual, não conseguindo se eleger. (veja mais informações sobre a candidata a vice-prefeita)

Zé Raimundo (PT)

José Raimundo Fontes de 70 anos é mais uma vez candidato a prefeito pelo Partido dos Trabalhadores. Natural de Pojuca é professor da Uesb e conquistou seu primeiro cargo eletivo nas eleições de 2000, ao ser eleito vice-prefeito. Em 2002 ele assumiu o mandato e foi reeleito em 2004. Em 2016 ele tentou voltar a ocupar a cadeira de prefeito de Vitória da Conquista mas acabou derrotado. Atualmente está em seu terceiro mandato como deputado estadual.

Em torno de sua candidatura foi formada a coligação “Conquista do Futuro” formada por PT, PCdoB, PSB, PL e PDT. Zé Raimundo declarou possuir bens avaliados em R$2.254.145,38, incluindo imóveis, terrenos, veículo e aplicações financeiras. (veja mais informações sobre o candidato a prefeito)

Ele terá Luciana Oliveira (PCdoB) como candidata a vice-prefeita. Ela tem 39 anos e é jornalista e servidora da Câmara Municipal de Vitória da Conquista. Ela declarou possuir uma casa avaliada em R$163.000,00. (veja mais informações sobre a candidata a vice-prefeita)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui