22.7 C
Guanambi
21.3 C
Vitória da Conquista

PRF resgata aves silvestres mantidas em cativeiro irregularmente em Vitória da Conquista

9,061FãsCurtir
15,413SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
823InscritosInscrever

Últimas Notícias

Mais Lidas

Advertisement

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) segue atuante no combate aos crimes ambientais e mais uma ação foi desencadeada na região sudoeste da Bahia. Desta vez agentes da Instituição resgataram 14 aves silvestres mantidas em cativeiro na cidade de Vitória da Conquista (BA). Os resgates foram realizados entre os trechos 830 e 871 da BR 116, com destaque para duas apreensões em que os proprietários seguiam com os animais para outro estado.

No primeiro flagrante, um pássaro silvestre da espécie conhecida como Pixoxó, foi encontrado em uma gaiola no interior de um VW/Gol. O responsável pelo animal, passageiro do veículo, informou que transportaria a ave de Diadema (SP) para Acopiara (CE). Ele não possuía autorização do órgão ambiental para criação ou transporte.

Já em fiscalização a um ônibus, 04 pássaros tipo canário-belga foram encontrados pela equipe. Os agentes verificaram que os animais estavam em uma gaiola pequena, dentro de uma sacola fechada, sem água ou ventilação. O passageiro identificado informou que adquiriu as aves em Extrema (MG) para levá-la até sua residência em Alagoinha (PE). Ele também não possuía autorização do órgão ambiental.

Nas duas ocorrências acima, os responsáveis pelo aprisionamento ilegal assinaram o Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e responderão na Justiça Criminal por suas condutas praticadas contra o meio ambiente, previsto no art. 46 da Lei 9.605/98.

Os outros animais resgatados, foram visualizados em residências da região e entregue voluntariamente por seus proprietários. Na ocasião, eles foram informados que a lei de crimes ambientais isenta de medidas administrativas e penais as pessoas que promovem o ato voluntariamente. Entre os animais estavam, 01 sabiá, 01 periquito tuim e 07 canários.

- Advertisement -

Todos os pássaros foram encaminhados para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS) do Ibama e quando estiverem aptos, serão devolvidos a natureza.

Muitas vezes os animais precisam de maiores cuidados veterinários, pois são vítimas de maus tratos e apresentam lesões provenientes da captura ou estão bastante debilitados por conta da má alimentação no cativeiro. Além de tratar a saúde, os animais precisam muitas vezes reaprender algumas funções básicas como voar e buscar seu alimento na natureza.

Via Agência PRF

Bahia Conquista e Região PRF resgata aves silvestres mantidas em cativeiro irregularmente em Vitória da Conquista

Deixe uma resposta

Relacionadas