29.6 C
Guanambi
25.3 C
Vitória da Conquista

Vários incêndios foram registrados em Guanambi neste domingo

9,145FãsCurtir
15,413SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
823InscritosInscrever

Últimas Notícias

Mais Lidas

Três incêndios foram registrados pela brigada da Superintendência Municipal de Trânsito (Smtran) em Guanambi, neste domingo (4).

De acordo com a Smtran, a Brigada foi acionada por volta das 15h30, para controlar um incêndio à 5km do Suruá. As chamas iniciaram as margens da BA-573, rodovia que liga Guanambi a Matina, em uma propriedade rural.

Uma unidade de combate com dois agentes foi utilizada, e o fogo só foi controlado por volta das 17h30. Ainda conforme a Smtran, a brigada evitou que o fogo consumisse um curral próximo a rodovia.

- Advertisement -

Segundo Incêndio

Outro incêndio foi registrado, por volta das 18h30, em um loteamento no Bairro Ipanema. A Brigada voluntaria foi acionada, tendo em vista que a fumaça estava prejudicando os moradores das proximidades. Segundo a Smtran, em alguns pontos não foi possível apagar devido a dificuldade de acesso.

No vídeo a seguir é possível perceber que as chamas tomaram uma proporção considerável, além do fogo está próximo às residências, no entanto ninguém se feriu, conforme a Smtran.

Terceiro incêndio

Ainda no domingo (4), por volta das 20h, a brigada voluntária da Smtran foi acionada para controlar um incêndio na BR 030, km 07. As chamas iniciaram na Fazenda Buqueirão, zona rural de Guanambi.

Os Brigadista utilizaram uma unidade de combate e um Caminhão pipa, além do apoio dos proprietários. O fogo destruiu parte da vegetação e cercas. O incêndio só foi controlado por volta das 22h40.

Guanambi vem registrando uma quantidade significativa de incêndios, desde o final do mês de agosto. Até o momento, o município já registrou 155 focos de calor, considerando todo o ano de 2020. Os dados são do programa de apoio a queimadas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), por meio da rede de satélites de monitoramento. Os sistemas são capazes de perceber o aumento do calor na superfície da terra.

O número de focos aumentou quase 100% em relação ao mesmo período de 2019. A quantidade é bem maior do que a registrada no mesmo período do ano anterior, quando foram detectados 79 focos no território guanambiense. Vale ressaltar que um mesmo incêndio pode gerar vários focos de calor, dependendo de sua dimensão.

No período de março a abril de 2020 não houve registros de focos de calor. Já os meses de agosto e setembro contribuíram de forma significativa para o número elevado de queimadas no município – somados os dois meses, equivale a um total de 110 focos.

A Agência Sertão teve acesso a uma quantidade expressiva de queimadas, sobretudo nos últimos dias do mês de setembro. As queimadas na zona rural e em terrenos baldios foram recorrentes nesse período em Guanambi.

No dia 24, um incêndio consumiu cerca de 20 hectares de pastagem na zona rural do município. Um dia antes, no dia 23, vários incêndios foram registrados em lotes e áreas de vegetação. No dia 27 de setembro, mais dois incêndios de grandes proporções foram registrados em fazendas na zona rural, consumindo mais de 150 hectares de vegetação.

Clima nesse período

O tempo quente e seco característico desta época do ano contribui para o surgimento de grandes queimadas. No final de setembro, o município registrou altas temperaturas e a umidade relativa do ar chegou a níveis críticos.

Além disso, a vegetação seca devido há mais de 160 dias sem chuva significativa, deixa o período mais propício a grandes queimadas. Embora as chuvas expressivas do início do ano tenham retardado a seca por mais tempo em 2020.

O início do mês de outubro não tem sido diferente. No dia (1º), mais dois incêndios foram controlados pela brigada de incêndio da Superintendência Municipal de Trânsito (Smtran), na zona rural do município. Os dados de monitoramento apontam que a área queimada pode ter passado de 100 hectares.

Destaques Vários incêndios foram registrados em Guanambi neste domingo

Deixe uma resposta

Relacionadas