As previsões dos institutos de meteorologia são de bastante chuva em Vitória da Conquista a partir deste domingo (25). Os modelos apontam que pode chover mais de 80 mm até a próxima sexta-feira (30).

Os volumes mais intensos devem cair entre a noite de domingo e a madrugada de segunda-feira (26), quando o acumulado pode chegar a 50 mm. O tempo segue chuvoso no decorrer da semana e pode voltar a chover nos primeiros dias de novembro.

As condições climáticas na cidade vêm virando nos últimos dias, com aumento da nebulosidade. Nesta sexta-feira (23) houve registro de pancadas de chuva em várias localidades do município. A mudança é efeito de um ciclone subtropical, localizado no oceano, na altura dos Estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo. O fenômeno tem potencial de provocar temporais acompanhados de ventos fortes em regiões de Minas e do Espírito Santo, além de toda faixa litorânea do norte do Rio de Janeiro ao sul da Bahia.

Um pouco desta umidade deve avançar para o Norte de Minas, Oeste e Sudoeste da Bahia. A Região de Vitória da Conquista ainda espera as primeiras chuvas expressivas, depois de um inverno rigoroso e um início de primavera com recorde de calor.

A única chuva mais volumosa registrada em Vitória da Conquista desde o fim do inverno ocorreu no último dia 12, quando a estação meteorológica do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), registrou precipitação de 12 mm. O município teve situação de emergência reconhecida pelo Governo Federal por conta da estiagem que afeta principalmente os distritos e a zona rural.

Alerta para Sul da Bahia e Norte do Espírito Santo

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), por meio do Centro Virtual para Avisos de Eventos Meteorológicos Severos para o Sul da América do Sul (Alert-AS), emitiu alerta de perigo potencial válido até o fim da manhã deste sábado, abrangendo áreas do Norte do Espírito Santo, Sul e Sudoeste Baiano.

Nestas regiões, podem ocorrer temporais de 20 a 30 mm por hora ou até 50 mm por dia, além de ventos de 40 a 60 Km/h. O alerta é classificado como de “Perigo Potencial”, com baixo risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui