21.7 C
Guanambi
20.1 C
Vitória da Conquista

Taxa de ocupação de leitos de UTI da Covid-19 aumenta rapidamente em Vitória da Conquista

- Advertisement -

Últimas Notícias

Tiago Marqueshttps://agenciasertao.com/
Tiago Marques é redator e editor do site Agência Sertão. Trabalha com produção de conteúdo noticioso para rádio e internet desde 2015.
- Advertisement -

Aumentou consideravelmente a taxa de ocupação dos leitos de UTI exclusivos para tratamento de de pacientes com a Covid-19 na rede SUS em Vitória da Conquista. Três hospitais da cidade possuem ao todo 70 leitos para essa finalidade, destinados a atender uma população de mais de 1,8 milhão de habitantes, de 74 municípios da regional Sudoeste de Saúde.

De acordo com os últimos boletins epidemiológicos da Secretaria Municipal de Saúde de Vitória da Conquista, no domingo (29), a taxa de ocupação das UTI’s estava em 58,5% e nesta segunda-feira (30) era de 62,9%. No entanto, no fim da tarde, a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) já informava ocupação de 73%.

Ocupação de leitos da Covid-19 na Regional Sudoeste – Fonte: Sesab

No Hospital Geral de Vitória da Conquista (HGVC), 21 dos 30 leitos (70%) estavam ocupados no último levantamento. No Hospital das clínicas a taxa de ocupação é igual, 14 dos 20 leitos ocupados (70%) e no Hospital São Vicente de Paulo apenas uma das 10 vagas estava desocupada (90%).

Segundo informações do último boletim de Vitória da Conquista, atualmente há pacientes internados de 23 municípios nos três hospitais de referência – Anagé; Barra do Choça; Barreiras; Belo Campo; Caetité; Carinhanha; Cordeiros; Encruzilhada; Eunápolis; Firmino Alves; Guanambi; Ibicuí; Ibicoara; Ibipitanga; Itapetinga; Ituaçu; Lagoa Real; Lagoa Grande; Livramento de N. Senhora; Manoel Vitorino; Mirante; Piripá; Riacho de Santana.

A procura por internação em leitos de UTI da Covid-19 parece ter se intensificado nas últimas horas. Secretários de saúde e médicos já relatam dificuldade para conseguir a regulação de pacientes para estes leitos. Tanto no Hospital das Clínicas quando no HGVC houve aumento da demanda nas últimas horas e a ocupação está bem próxima de 100% segundo apurou a Agência Sertão.

A alternativa em caso de esgotamento será tentar transferência para outras regiões, como Barreiras, Itabuna e Jequié. No entanto as dificuldades de transporte inviabilizam os traslados de pacientes em estado grave, que acabam tendo que aguardar disponibilidade de UTI aérea para transferência até Salvador.

Veja abaixo os últimos números da Covid-19 em Brumado, Guanambi e Vitória da Conquista:

Covid-19 em Brumado

Em Brumado o número de casos deve chegar a 3 mil no decorrer da semana. Ao todo, o são 2.985 pessoas diagnosticadas com a Covid-19, sendo que 2.724 pacientes se recuperaram da doença.

No momento, 221 pacientes estão em tratamento e quatro deles estão internados. Restam ainda 196 pacientes com suspeitas da doença aguardando resultado. Neste fim de semana, o município chegou à marca de 40 óbitos de pacientes com a Covid-19.

Covid-19 em Guanambi

Guanambi chegou ao total de 1.352 casos da Covid-19 nesta segunda-feira. O município registra 1.249 pacientes recuperados e 95 ainda ativos com o vírus.

São seis pacientes internados, três deles estão em UTI em Vitória da Conquista, sendo que dois precisam de ventilação mecânica para manutenção dos sinais vitais. Um paciente está no Hospital Geral de Guanambi (HGG) e outro no Pronto Atendimento – Covid-19. No Hospital de Campanha, uma mulher de 83 anos está intubada, aguardando transferência para hospital de referência.

Guanambi registrou 43 casos da Covid-19 neste domingo (29), recorde diário desde o início da pandemia. Ainda no domingo, o município registrou o oitavo óbito em decorrência da Covid-19.

Covid-19 em Vitória da Conquista

Vitória da Conquista chegou à marca de 11.551 casos da Covid-19 nesta segunda-feira. Deste total, 10.815 pacientes estão recuperados da Covid-19 e 533 ainda estão ativos com o vírus.

Eram 31 pacientes internados até a última atualizando, sendo que 10 estavam sob cuidados intensivos. Desde o início da pandemia, 203 conquistenses morreram após contraírem o vírus.

O último óbito foi confirmado nesta segunda-feira, a vítima foi um homem de 63 anos, morador do bairro São Pedro, portador de Hipertensão e Diabetes Melito. Ele estava internado desde o dia 15 de novembro no Hospital Geral de Vitória da Conquista (HGVC), onde faleceu em 29 de novembro.

- Advertisement -
- Advertisement -

Relacionadas

Deixe uma resposta

- Advertisement -

Mais Lidas

- Advertisement -