18.4 C
Guanambi
15 C
Vitória da Conquista

Cesol realizará II Seminário Cidades Solidárias na próxima semana

9,227FãsCurtir
15,413SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
823InscritosInscrever
Tiago Marqueshttps://agenciasertao.com/
Tiago Marques é redator e editor do site Agência Sertão. Trabalha com produção de conteúdo noticioso para rádio e internet desde 2015.

Últimas Notícias

Mais Lidas

O Centro Público de Economia Solidária (Cesol) Sertão Produtivo, o Instituto de Desenvolvimento Sustentável Baiano (IDSB) e a Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), do Governo do Estado da Bahia, promovem o II Seminário Cidades Solidárias, que este ano tem como tema “A importância da municipalização das políticas públicas de Economia Solidária para o desenvolvimento local e territorial”.

O evento virtual acontecerá no dia 28 de abril às 18h, através da plataforma Google Meet. O Seminário é aberto aos gestores públicos, vereadores, instituições de ensino e grupos/pessoas compromissadas com as ações voltadas para o fortalecimento da Economia Solidária no território Sertão Produtivo. O objetivo do Seminário será tratar das políticas públicas da Economia Solidária como alternativa de desenvolvimento municipal. As inscrições podem ser feitas preenchendo o formulário.

Economia Solidária

Economia Solidária é autogestão, solidariedade, cooperação, respeito ao meio ambiente, comércio justo e consumo consciente. Trata-se de uma oportunidade em dar capilaridade, inovar, impulsionar e humanizar as relações de trabalho desde a produção até a comercialização e consumo, potencializando o trabalho das mulheres como a principal base das produções da Economia Solidária. É preciso mudar, reinventar e construir outras correlações de forças na atual conjuntura de desemprego e estagnação dos recursos públicos dos municípios.

A proposta da realização do II Seminário Cidades Solidárias surgiu diante da necessidade que os municípios do território Sertão Produtivo têm para formular as suas próprias ações de implementação da política pública de Economia Solidária. E consequentemente, priorizar uma melhor redistribuição de renda e combate ao desemprego, através da autogestão, produção, comercialização e consumo responsável. De modo que a alocação de recursos reverta desigualdades sociais históricas.

Esse processo ocorrerá a partir de iniciativas dos poderes executivos e legislativos municipais fomentando, democratizando, capacitando e incentivando a participação social através da criação de leis e conselhos municipais de Economia Solidária. Portanto, é preciso construir processos sociotécnicos coerentes com o atual paradigma das redes, municipais e territorial, de produção e comercialização apropriando-se de tecnologias de informação e comunicação.

Programação

  • 18h – Abertura

Eduardo Moraes – Presidente – IDSB.

Leiliane Aranha – Coordenadora Geral do Cesol Sertão Produtivo.

Rosângela Oliveira – Coordenadora de Articulação e Mobilização Territorial – Cesol Sertão Produtivo.

  • 18h20 – Rede de Gestores de Políticas Públicas de Economia Solidária do Brasil.

Jairo Santos – Secretário Executivo da Rede de Gestores de Políticas Públicas de Economia Solidária, servidor Sesol/Setre – Bahia.

 18h35 – A importância da municipalização das políticas de Economia Solidária para o desenvolvimento local e territorial no Sertão Produtivo.

Milton Barbosa – Superintendente Estadual de Cooperativismo e Economia Solidária do Estado da Bahia (SESOL/SETRE).

  • 19h – Momento aberto para questionamentos e dúvidas.

 Cidades Solidárias

O Centro Público de Economia Solidária (Cesol) Sertão Produtivo, nos meses de outubro e novembro do ano de 2020, entregou um documento aos candidatos e candidatas das eleições municipais do mesmo ano, com o objetivo que fosse reafirmado o compromisso com as políticas públicas de Economia Solidária. O documento possui 60 tópicos propositivos, os quais foram elaborados a partir do Seminário virtual – Cidades Solidárias e as Eleições 2020, que aconteceu no dia 9 de outubro de 2020, quando apresentou as políticas públicas de Economia Solidária aos candidatos (as) dos municípios pertencentes ao Território de Identidade Sertão Produtivo.

Além das palestras que aconteceram em uma transmissão ao vivo via Facebook, o público também interagiu e apresentou considerações relevantes sobre o tema do Seminário, o que enriqueceu a discussão para a elaboração das propostas e nos trouxe a esperança do fortalecimento da Economia Solidária, priorizando a qualidade de vida e dignidade das pessoas, principalmente em condições de maior vulnerabilidade. Portanto, o II Seminário Cidades Solidárias objetiva consolidar a discussão, através da construção coletiva, sobre as políticas públicas de Economia Solidária nos municípios do Sertão Produtivo.

Via Ascom IDSB

Destaques Cesol realizará II Seminário Cidades Solidárias na próxima semana

Deixe uma resposta

Relacionadas