28.4 C
Guanambi
23.2 C
Vitória da Conquista

Presidente da Câmara de Guanambi acusa radialista de chantageá-lo

spot_img
- Advertisement -

Últimas Notícias

Tiago Marqueshttps://agenciasertao.com/
Tiago Marques é redator e editor do site Agência Sertão. Trabalha com produção de conteúdo noticioso para rádio e internet desde 2015.
- Advertisement -

O vereador Zaqueu Rodrigues (DEM), presidente da Câmara Municipal de Guanambi, acionou a Justiça contra o radialista Marcelo de Oliveira Silva, diretor da Rádio Alvorada. Na petição, amplamente divulgada em grupos de WhatsApp, o político acusa o comunicador de chantageá-lo com comentários negativos para que anuncie publicidade institucional ou empresarial na emissora.

Como provas, o advogado Gustavo Montalvão apresentou áudios e prints de conversas com Oliveira. Em um dos áudios, Marcelo reclamou com Zaqueu, pois ouviu ele anunciando em uma emissora concorrente. Em outro, ele disse que iria "botar para f*" com o parlamentar para ter moral com ele, o que no entendimento da acusação, seria uma tentativa de manchar a imagem do político perante a sociedade por meio da emissão de opiniões negativas em seu programa de rádio.

Nos prints, uma mensagem atribuída ao radialista diz "agora é guerra". A conversa teria ocorrido nesta terça-feira (18), com o advogado, que é sobrinho de Zaqueu, e não com o próprio vereador. Parte das mensagens foram apagadas antes da cópia. Segundo o documento apresentado à Justiça, Marcelo teria dito - “Zaqueu não me pagou, agora vou bater todo dia, agora é Pauuu”. Marcelo disse que esta conversa nunca existiu.

Em um terceiro áudio, o advogado veiculou ao processo um trecho do programa de rádio exibido no mesmo dia da suposta conversa, onde Marcelo fez críticas ao presidente da câmara, acusando-o de ser despreparado para conduzir as reuniões. Ele também citou o episódio onde uma fala de Zaqueu repercutiu na internet quando ele se referiu ao coronavírus como "inseto de outro planeta".

“O senhor Zaqueu Rodrigues como presidente, mas, o momento é que uma sessão remota como acontece aqui, a gente precisava de um vereador competente, o Zaqueu não tem nenhuma condição de administrar, de mediar ali, a sessão da câmara, não sei se você já assistiu, como é engraçado, a falta de competência deste presidente da câmara, infelizmente é uma vergonha para a cidade de Guanambi, esse senhor à frente da câmara de Guanambi, não tem nenhum preparo, infelizmente é uma pena, uma vergonha”, disse Marcelo em seu programa.

Segundo a petição, a fala do radialista ocorreu minutos após as mensagens com a suposta chantagem serem enviadas e teriam violado o direito à honra do vereador. Por esta razão, Zaqueu requer que Marcelo seja condenado por dano moral e que pague o valor de R$ 30 mil em cestas básicas para distribuição a instituições filantrópicas, a título de reparação.

Procurado pela Agência Sertão, Marcelo Oliveira disse que conversou com Zaqueu há mais de um ano e que não tem mais o número do telefone dele. Ele afirmou que os áudios foram enviados há mais de dois anos e que foram produzidos em tom de brincadeira. Mais tarde, após consultar seu advogado, Oliveira enviou uma nota à reportagem classificando o processo como tentativa e intimidação do trabalho da imprensa. (veja a nota abaixo)

O processo já foi distribuído à 1ª Vara do Sistema dos Juizados de Guanambi e uma audiência de conciliação designada, em formato telepresencial, está agendada para o dia 23 de junho, às 9h45. Também já foi expedida a citação para que Marcelo Oliveira prepare sua defesa da acusação de dano moral.

Zaqueu Rodrigues está em seu terceiro mandato como vereador e no segundo biênio como presidente da Casa Legislativa. Ele tem 40 anos e possui apenas ensino fundamental incompleto. Apesar da pouca escolaridade e do vocabulário precário, principais temas das críticas do radialista, ele foi reeleito presidente da Câmara com votos de 14 dos 15 vereadores da atual legislatura.

Já Marcelo Oliveira atua como diretor da Rádio Alvorada há cerca de cinco anos e trabalhou na assessoria de comunicação da prefeitura. Ele também foi o locutor das duas campanhas do ex-prefeito Jairo Magalhães (PSD) e dos principais eventos da prefeitura durante a sua gestão. Antes de chegar a Guanambi, ele trabalhava como radialista em Bom Jesus da Lapa e chegou a assumir o cargo de chefe do Setor de Comunicação e Imprensa da prefeitura local, em 2005.

Veja a petição com a transcrição parcial dos áudios (a reportagem optou por não divulgar os áudios por citar nome de terceiros não envolvidos no processo)

Veja a nota enviada por Marcelo Oliveira à Agência Sertão

Hoje fui surpreendido com uma noticia de um processo judicial movido pelo vereador Zaqueu Rodrigues, e por hora não irei comentar nada a respeito do mérito da ação, logo, esclareço que os fatos narrados não passam de uma grande mentira com objetivo de censurar a imprensa livre.

É notório o crescimento da rádio Alvorada, e por esse motivo estamos sendo alvos de várias tentativas de intimidações, com intuito de impedir a realização de um jornalismo responsável, livre e independente.

No comentário sobre o presidente da Câmara de Vereadores, não existe nenhum dano em face à moral do mesmo, apenas são perspectivas de foro íntimo de um cidadão que vive numa democracia e deve exercer seu direito de livre manifestação garantido na constituição da república.

Com relação às provas apresentada pela imprensa, não expressa a verdade pois os áudios são de mais de 2 anos atrás e em tom de brincadeira, com relação à conversa no aplicativo whatssap nunca existiu, portanto desafio o vereador a mostrar em seu telefone a tal conversa. Como não temos contato há mais de um ano, a conversa apresentada é uma inverdade.

Acredito que a ação judicial ocorreu após uma entrevista com um vereador municipal, o que gerou um desconforto no presidente da Câmara, sendo que essa afirmação será provada no momento judicial competente e oportuno. Vale lembrar, que o vereador sempre teve os microfones da rádio para manifestar livremente seus pensamentos e suas ações de mandato.

Informamos que o jornalismo realizado pela rádio Alvorada é pautado na verdade e que tais atitudes não irão nos calar.

Finalizo dizendo que aguardo notificação para posteriores esclarecimentos.

Guanambi, 19 de maio de 2021.

Atenciosamente, Marcelo Oliveira

- Advertisement -
- Advertisement -

Relacionadas

Deixe uma resposta

- Advertisement -

Mais Lidas

- Advertisement -