21.3 C
Guanambi
16.6 C
Vitória da Conquista

Após quatro meses do crime, acusado de matar idoso a pedradas foi preso em Brumado

- Advertisement -

Últimas Notícias

- Advertisement -

Um homem acusado de matar, Walmir José Vieira, de 62 anos, a pedradas no dia 7 de fevereiro, no Mercado Municipal de Brumado, foi preso após atuação conjunta entre as Polícias Civil (PC) e Militar (PM), nesta terça-feira (8).

Em entrevista ao site Achei Sudoeste, o delegado Paulo Henrique, titular da Delegacia Territorial de Brumado, disse que imagens das câmeras de segurança do local auxiliaram o trabalho de investigação da polícia. “Fizemos tratamento especial nessas imagens pra conseguir identificar o autor. Ele utilizou de meio cruel para matar a vítima. De lá pra cá, a PC conseguiu o mandando de prisão preventiva do suspeito. De posse dessas informações, a PM uniu forças para localizá-lo”, relatou.

O suspeito foi encontrado durante patrulhamento da polícia no Bairro Dr. Juracy. O delegado informou que ele foi preso em cumprimento ao mandado de prisão preventiva. “Ele resolveu por bem explicar tudo que aconteceu. Ele confessou a prática do crime”, contou.

À polícia, o homem justificou o crime por ter sido molestado pela vítima alguns dias antes do ocorrido. Segundo o delegado, o acusado alegou que a vítima passou a mão no seu corpo, enquanto ele estava dormindo bêbado na rua.

De acordo com o site, a investigação está concluída e o acusado responderá por homicídio triplamente qualificado.

Relembre o crime

No dia 7 de fevereiro, um homem identificado como, Walmir José Vieira, foi apedrejado até a morte na região do Mercado Municipal, em Brumado. Os socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) já encontraram a vítima sem sinais vitais.

Walmir José Vieira - Foto: Brumado Urgente

Também à época, a 34ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) informou que próximo ao corpo, havia duas pedras sujas de sangue. O Departamento de Polícia Técnica (DPT) realizou a perícia no local. O corpo de Walmir foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) em Brumado, onde foi necropsiado e liberado.

- Advertisement -
- Advertisement -

Relacionadas

Deixe uma resposta

- Advertisement -

Mais Lidas

- Advertisement -