27.8 C
Guanambi
21.9 C
Vitória da Conquista

Primeira morte de paciente com Covid-19 em Guanambi completa um ano neste domingo

- Advertisement -

Últimas Notícias

Tiago Marqueshttps://agenciasertao.com/
Tiago Marques é redator e editor do site Agência Sertão. Trabalha com produção de conteúdo noticioso para rádio e internet desde 2015.
- Advertisement -




Foi na madrugada do dia 22 de agosto de 2020, o registro do primeiro óbito de paciente infectado com a Covid-19 em Guanambi. A vítima foi um senhor de 82 anos com doença de Alzheimer. Ele lutou contra a doença por duas semanas na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital São Vicente de Paulo, em Vitória da Conquista, mas acabou não resistindo e abrindo a estatística trágica da doença na cidade.

À época, Guanambi era o único município com mais de 50 mil habitantes do país sem mortes por Covid-19. Bom Jesus da Lapa, também na Bahia, Palmas, no Paraná e Viçosa, em Minas Gerais estavam na mesma situação, mas registraram as primeiras mortes dias antes.

Até o fim de 2020, mais 14 pessoas morreram com a doença. Passado um ano após o primeiro óbito, o município de Guanambi chegou à marca de 121 mortes, 106 ocorreram em 2021. Considerando os 365 dias que separam o primeiro registro até a data atual, a média na cidade é de quase uma morte para cada três dias.

A última morte foi contabilizada nas estatísticas municipais na última quarta-feira (18). A vítima foi uma mulher de 40 anos, portadora de doença renal crônica. Ela estava internada em um hospital de Montes Claros, no Norte de Minas. O óbito ocorreu no dia 12, mas só foi registrado seis dias depois por ter ocorrido em outro estado, fora do acompanhamento da Secretaria de Saúde.

Junho foi o mês com o maior número de casos e de mortes relacionadas à Covid-19, foram 27 no total, média de 0,9 por dia. O segundo pior mês foi março, com 25 mortes. Em julho, tanto o número de casos quanto de mortes começou a cair. Mesmo assim, oito moradores de Guanambi morreram com a Covid-19. Em agosto, até este sábado (21), foram oito registros.

Vacinação

As autoridades de saúde afirmam que o avanço da vacinação está por trás da redução de mortes em todo o país. A semana epidemiológica finalizada neste sábado (21) foi a com menor número de óbitos em todo o país este ano.

Em Guanambi, até o fim de junho, quando boa parte da população acima de 60 anos já estava imunizada, o percentual de mortes entre idosos caiu quase 70% em relação ao registrado em março, quando as primeiras doses de vacina ainda estavam sendo aplicadas.

Até este sábado (21), foram aplicadas 74.963 doses de vacinas no município. São 51.469 pessoas vacinadas com pelo menos uma dose, dos quais 22.482 receberam também a segunda dose. Outras 1.012 pessoas foram vacinadas com dose única.

Nesta segunda (23), a Secretaria Municipal de Saúde irá vacinar jovens de 28 e 29 anos com a primeira dose contra a Covid-19. A vacinação será em todas unidades de saúde da sede e distritos, das 14h às 16h.

Casos

Mais três casos da Covid-19 foram registrados em Guanambi neste sábado (21). Agora são 10.765 registros, com 10.590 sobreviventes da doença. No momento, 54 pacientes continuam com o coronavírus ativo no organismo, dos quais 12 estão hospitalizados. Ainda restam 57 pacientes aguardando resultado dos exames. A média móvel diária de casos dos últimos sete dias está em 9,9.




- Advertisement -
- Advertisement -

Relacionadas

Deixe uma resposta

- Advertisement -

Mais Lidas

- Advertisement -