31.9 C
Guanambi
26.4 C
Vitória da Conquista

Bolsonaro chega a Vitória da Conquista pela manhã e segue para Tanhaçu, onde assina contrato com a Bamin

- Advertisement -

Últimas Notícias

Tiago Marqueshttps://agenciasertao.com/
Tiago Marques é redator e editor do site Agência Sertão. Trabalha com produção de conteúdo noticioso para rádio e internet desde 2015.
- Advertisement -




O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) vai passar por Vitória da Conquista na manhã desta sexta-feira (2), de onde seguirá até Tanhaçu para assinar o contrato de concessão da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol) à Bahia Mineração (Bamin), empresa vencedora com lance único do leilão realizado em abril.

Desde o início da semana, um forte esquema de segurança está sendo preparado para garantir a logística do presidente e de sua comitiva, incluindo o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas. Um avião de apoio da presidência pousou em Vitória da Conquista na segunda-feira (3) e helicópteros sobrevoaram a região no decorrer da semana. O local onde será realizada a cerimônia de assinatura do contrato também vem sendo preparado há alguns dias para o evento.

Bolsonaro deve chegar no Aeroporto Glauber Rocha por volta das 9h, de onde seguirá de helicóptero até o canteiro de obras em Tanhaçu. Nesta quinta-feira (2), várias gradis foram instalados na área onde o presidente irá passar para mudar de aeronave. Não há nenhuma atividade programada em Vitória da Conquista.

De acordo da agenda presidencial, o presidente irá visitar a obra das 9h40 às 10h e logo em seguida será realizada a cerimônia de assinatura do contrato, com previsão de término às 11h15. A tarde, o presidente viajará para Recife, onde participará da inauguração das Instalações da Escola de Formação de Luthier e Archetier da Orquestra Criança Cidadã. A noite irá participar da Solenidade de Passagem do Comando Militar do Nordeste

A partir da assinatura do contrato, as obras do trecho I, entre Ilhéus e Caetité, serão retomadas pela Bamin após aproximadamente seis anos praticamente paradas. Cerca de 75% dos 537 quilômetros da ferrovia foram concluídos sob administração da Valec, estatal dedicada ao desenvolvimento ferroviário do país, com investimento de R$ 1,26 bilhões.

A previsão de investimentos na concessão é da ordem de R$ 3,3 bilhões, sendo R$ 1,6 bilhões para a conclusão das obras. A empresa também está construindo um porto em Ilhéus. O objetivo é escoar a produção da mina Pedra de Ferro, em operação de forma experimental no município de Caetité. A meta é extrair até 18 milhões de toneladas de minério do ferro por ano.

Já a Fiol II, de Caetité a Barreiras, segue com obras sob administração da Valec. A intensão do Governo Federal é de leiloar também este trecho, no entanto, ainda é necessário investimentos para viabilizar a concessão.




- Advertisement -
- Advertisement -

Relacionadas

Deixe uma resposta

- Advertisement -

Mais Lidas

- Advertisement -