Guanambi e Região

Guanambi volta a registrar óbito relacionado à Covid-19 após mais de três meses, casos ativos passaram de 700

Publicado por
Tiago Marques
Compartilhado

Depois de mais de três meses, o município de Guanambi voltou a registrar morte de paciente relacionada às complicações da Covid-19. De acordo com boletim da Secretaria Municipal de Saúde desta segunda-feira (17), um homem de 60 anos foi a 130ª vítima da doença desde o início da pandemia, em 2020.

Segundo a pasta, o óbito aconteceu na noite da última sexta-feira (14), no Hospital Municipal de Caetité (Unacon). O paciente foi admitido no dia 3 de janeiro na Unidade de Pronto Atendimento (UPA-24h) em Guanambi, onde ficou internado por 12 dias em decorrência de complicações da Diabetes Mellitus.

No mesmo dia da morte, ele foi submetido a um teste rápido que confirmou a contaminação pelo coronavírus. Na sequência, o paciente foi transferido para na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Caetité, onde chegou a fazer uso de ventilação mecânica, mas não resistiu e morreu. De acordo com o boletim, além de diabético ele era também hipertenso.

A última morte causada por complicações da Covid-19 em Guanambi até então ocorreu no dia 2 de outubro. A vítima foi um homem de 68 anos que estava internado na UTI do Hospital Geral de Guanambi (HGG).

Segundo a assessoria de comunicação da prefeitura de Guanambi, outros dois óbitos que estavam em investigação tiveram as descartadas a Covid-19 como causa.

Casos ativos

O número de casos ativos em Guanambi aumentou consideravelmente em janeiro, chegando a 733 nesta segunda-feira com a confirmação de mais 133 nas últimas 24 horas.

A média móvel dos últimos sete dias é de 87,1 casos por dia, ou 610 em uma semana, estatísticas semelhantes às registradas em junho de 2020, mês mais intenso da pandemia em Guanambi.

No momento, outros 586 pacientes com sintomas ou que tiveram contato com pessoas infectadas aguardam os resultados dos exames laboratoriais. Seis pacientes estão internados com confirmação ou suspeita da Covid-19 no município.

Entre os internados, cinco estão com diagnóstico confirmado e um aguarda resultado dos exames. Dois deles estão internados em leitos de UTI do HGG e da Unacon, outros quatro estão no Pronto Atendimento (PA), onde também há quatro pacientes em observação.

A Secretaria de Saúde deixou de divulgar as estatísticas de procura por atendimento no PA. Mesmo assim, é notório o aumento de pacientes que vão à unidade de saúde relatando sintomas gripais.

Ainda nesta semana, a vacinação de crianças de 5 a 11 anos deve ser iniciada em Guanambi. As primeiras doses das vacinas pediátricas serão destinadas à aqueles com comorbidades ou deficiência permanente.

Tiago Marques
Publicado por
Tiago Marques

Notícias recentes

Flamengo de Guanambi e Grapiúna ficaram no 0 a 0 na estreia da Série B do Baianão

O Flamengo de Guanambi recebeu o Grapiúna na tarde deste domingo (22) para a partida…

Duas crianças morreram e cinco ficaram feridas após incêndio em conjunto habitacional em Vitória da Conquista

Um incêndio no conjunto habitacional Lagoa Azul, no bairro Campinhos, terminou com duas crianças mortas…

Micks, Zema, Casas Bahia e outras empresas abriram vagas de emprego em Guanambi

Novas vagas de emprego foram abertas em Guanambi. Levantamento da Agência Sertão encontrou oportunidades em…

Farmacêuticos de Guanambi criaram associação da classe

Na última quinta-feira (19), profissionais da categoria farmacêutica do município de Guanambi se reuniram no…

Presidente do Flamengo de Guanambi diz que elenco é qualificado para chegar à Série A do Baianão

O Flamengo de Guanambi vai a campo neste domingo (22) em busca do acesso à…

Processo Seletivo da Setre-BA oferta 27 vagas temporárias

Foi publicado na edição desde sábado (22), o edital do Processo Seletivo da Setre-BA (Secretaria…