29.2 C
Guanambi
23.8 C
Vitória da Conquista

Prefeito nomeou subsecretários de Educação e Infraestrutura em Guanambi

spot_img
- Advertisement -

Últimas Notícias

Tiago Marqueshttps://agenciasertao.com/
Tiago Marques é redator e editor do site Agência Sertão. Trabalha com produção de conteúdo noticioso para rádio e internet desde 2015.
- Advertisement -

O prefeito de Guanambi, Nilo Coelho (UB), nomeou dois subsecretários para as pastas de Educação e Infraestrutura. Os cargos foram criados recentemente pelo poder público municipal e até então estavam desocupados.

O chefe do executivo municipal ficou licenciado por 15 dias, período em que a prefeitura ficou no comando do vice-prefeito, Arnaldo Azevedo (UB). As nomeações foram uma das primeiras ações de Nilo ao reassumir a prefeitura depois de se afastar para tratar de assuntos pessoais.

A secretaria de Saúde também teve um cargo do tipo criado em sua estrutura, no entanto, ainda não houve nomeação. As nomeações foram publicadas nas edição desta segunda-feira (18) do Diário Oficial do Município.

O primeiro subsecretário de Infraestrutura é o ex-vice-prefeito e ex-vereador, José Elder Guimarães. Ele ocupava a chefia de gabinete da Secretaria Municipal de Fazenda e deixou o cargo para assumir a vaga recém criada.

Já na Educação, Edésia Aparecida Lisboa de Araújo foi nomeada subsecretária. Ela já assumiu a pasta de forma interina antes da nomeação da atual secretária, Lajucy Donato. Atualmente ela ocupava a Superintendência Administrativa da Secretaria.

A prefeitura ainda não nomeou ninguém para as duas vagas abertas pela nomeação dos dois subsecretários. Eles ficam diretamente subordinados aos respectivos secretários. Não foi especificado quais são as atribuições dos cargos.

A Lei Municipal aprovada pela Câmara de Vereadores e sancionada pelo prefeito de Guanambi, Nilo Coelho (UB), foi publicada no dia 4 de abril, no Diário Oficial do Município. A legislação dispõe sobre remanejamento de cargos da estrutura administrativa da Prefeitura de Guanambi, criando as subsecretarias de Educação, Saúde e Infraestrutura, cada uma com um cargo de subsecretário(a), e extinguindo outros cargos do organograma municipal.

De acordo com a Lei, os novos subsecretários, cuja escolha é de livre nomeação do prefeito, irão ganhar salários de R$ 7 mil.

Para compensar a criação dos três novos cargos de subsecretários, foram extintas vinte funções nas três secretarias onde foram criados as subsecretarias e na Secretaria de Governo. De acordo com a Lei, a extinção ocorre em atendimento aos princípios de responsabilidade fiscal e aplicação do princípio da supremacia do interesse público e da eficiência administrativa.

- Advertisement -
- Advertisement -

Relacionadas

Deixe uma resposta

- Advertisement -

Mais Lidas

- Advertisement -