16.7 C
Guanambi
16 C
Vitória da Conquista

Após cinco dias, Prefeitura de Guanambi retira obrigatoriedade do uso de máscaras em locais fechados

Item continua obrigatório em unidades de saúde, instituições de ensino e nos terminais da rodoviária e aeroporto

spot_img
- Advertisement -

Últimas Notícias

Tiago Marqueshttps://agenciasertao.com/
Tiago Marques é redator e editor do site Agência Sertão. Trabalha com produção de conteúdo noticioso para rádio e internet desde 2015.
- Advertisement -

A Prefeitura de Guanambi publicou um novo decreto com medidas relacionadas à contenção da propagação do Coronavírus. Em publicação de edição extra do Diário Oficial do Município deste domingo (5), o uso de máscara em eventos e locais fechados deixou de ser obrigatório, exceto em unidades de saúde e instituições de ensino.

A medida foi tomada com apenas cinco dias de vigor do decreto publicado na última segunda-feira (30). De acordo com o documento, a queda nos números de casos, internações e óbitos ocorridos por conta da Covid-19 foram levados em consideração para a suspensão da medida.

O decreto manteve a obrigatoriedade do uso das máscaras em locais como unidades de saúde, clínicas, UPA, farmácias e hospitais. Também continua obrigatório o uso de máscaras nos terminais do aeroporto e rodoviária, em instituições de ensino público e privado e para pessoas que estão com sintomas gripais ou respiratórios ou que tiveram contato com pacientes que contraíram a Covid-19 recentemente.

Já a obrigatoriedade de apresentação da comprovação de vacinação contra a Covid-19 continua obrigatória no município para ter acesso a locais fechados ou para utilizar serviços de transporte e acessar unidades prisionais ou policiais.

A comprovação deverá ocorrer por meio do documento fornecido no momento da imunização ou do Certificado Covid, obtido por meio do aplicativo "Conect SUS” do Ministério da Saúde. Serão exigidas as doses de reforço da vacina para o público alcançado por esta etapa da Campanha de Imunização.

O uso de máscara começou a ser flexibilizado em Guanambi em 12 de abril. Até a última segunda, o item só estava sendo utilizada obrigatoriamente em hospitais, clínicas, e farmácias e no contato com pacientes com Covid-19. A justificativa para o retorno do uso foi a confirmação de 20 casos no município em uma semana, após quase dois meses de números zerados.

Boletim

No momento, Guanambi registra 18 casos ativos da Covid-19. Foram confirmados mais quatro casos nas últimas 24 horas. Outros 12 pacientes com suspeita da doença aguardam os resultados dos exames. Nos últimos sete dias foram confirmados 17 casos.

Desde o início da pandemia, Guanambi registrou 14.987 casos da doença. Foram mais de mil internações e 137 óbitos após quase dois anos do primeiro registro.

Foram aplicadas quase 205 mil doses de vacinas desde o início da campanha de vacinação. Cerca de 87% da população foi vacinada com pelo menos duas doses dos imunizantes, enquanto 56,4% também recebeu a dose de reforço. De acordo com a Secretaria de Saúde, a vacinação acontece em todos os postos de saúde de acordo com a chegada das novas doses.

 

- Advertisement -
- Advertisement -

Relacionadas

Deixe uma resposta

- Advertisement -

Mais Lidas

- Advertisement -